domingo, 29 de novembro de 2009

AÇÕES E NEGÓCIOS ENTRE AMIGOS ! ! ! ( I )

A Polícia Federal concluiu a segunda fase da Operação Castelo de Areia e apontou em um relatório indícios de doações ilegais feitas pela construtora Camargo Corrêa a políticos e superfaturamento em várias obras públicas pelo país. Com base em laudos produzidos pelo Instituto Nacional de Criminalística, o Ministério Público Federal poderá pedir a abertura de novos inquéritos nos Estados em que as obras com indícios de superfaturamento foram executadas. A construção do trecho sul do Rodoanel Mário Covas é uma das obras que passaram a ser investigadas na segunda fase da operação. Neste levantamento foram apuradas pela Polícia Federal doações financeiras feitas pela Camargo Corrêa que, em quatro anos, somariam R$178,16 milhões. Entre os inúmeros beneficiados por estas doações estão:

- Palácio dos Bandeirantes: U$45 mil
- Chefe da Casa Civil paulista Aloysio Nunes Ferreira: U$15.780
- Walter Feldman (PSDB) secretário municipal SP: U$5 mil mensais de Jan. a Dez. de 1996

Além disso, a Polícia Federal anexou ao relatório documento que cita 208 obras e contratos da Camargo Corrêa entre 1995 e 1998. Os repasses teriam ocorrido naquele período em favor de deputados federais, senadores, prefeitos e servidores municipais e estaduais. Os envolvidos poderão ser processados por evasão de divisas, lavagem de dinheiro, câmbio ilegal e formação de quadrilha. Vale lembrar que, nessa mesma época, a Camargo Corrêa realizou obras de ampliação na represa de Jundiaí. Após a conclusão deste trabalho, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo detectou um superfaturamento de 320% nas obras de barragem de nossa represa. Além deste superfaturamento, detectado pelo Tribunal de Contas, resta saber se a empreiteira em questão fez doações ilegais para as campanhas eleitorais dos prefeitos do PSDB que se sucedem em Jundiaí. O dossiê da Polícia Federal é formado por 54 planilhas que sugerem provável contabilidade paralela da Camargo Corrêa.

5 comentários:

Anônimo disse...

Alguém tem alguma dúvida ?

Anônimo disse...

Junta esta cambada do PSDB mais a turma do Mensalão do PT e chegamos à conclusão que tem que mudar tudo.

Fora psdb disse...

Ao anônimo:
O que o PIG (partido da imprensa golpista) escandalizou como 'mensalão do PT' é na verdade do psdb, um esquema criado pelo FHC para compra de votos que permitiram sua reeleição. Está em julgamento.

Anônimo disse...

Ô Fora PSDB, me poupe. Quer dizer que se o PSDB começou a falcatrua o PT tinha o direito de continuar na malandragem? Para quem passou 20 e tanto anos falando em moralidade, a única coisa que o PT não poderia fazer é ser conivente com a imoralidade. E o Mensalão foi uma grande imoralidade!O PT, pasmem os senhores, poderia muito bem ser chamado de "o partido da impunidade". Graças ao comportamento do Lula de passar a mão na cabeça da "cumpanheirada", é que levou a impunidade a níveis nunca antes visto no País. A tese de que "se eles fizeram porque não podemos fazer também?" é simplesmente ridícula.Continuo com a mesma opinião: roubou, locupletou, fez sacanagem tem que ir para a cadeia, seja quem for e de que partido for. Ou nunca conseguiremos minimamente moralizar este Brasil.

Marcus Fabiano disse...

Oh! Beduini...
Aquela nova àrea de laser tanto divulgada há quase 3 meses, no Parque Eloy Chaves, agora está sendo "enfeitada" com grama e algumas pequenas terraplenagens feitas com pás e enchadas !
Temos como saber qual o custo dessa obra?