quarta-feira, 15 de outubro de 2008

COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA ! ! !

" Existem mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia ". Ditado bastante apropriado para Jundiaí. Querem ver ? Este processo por porte de entorpecentes que o então cidadão Luiz Fernando Arantes Machado respondeu, está mais envolvido em mistério do que aparenta. Senão vejamos. O vereador disse hoje ao Jornal de Jundiaí, em sua ladainha tucana, entre outras coisas o seguinte: " ...tive a infeliz idéia de levar entorpecentes. Levamos lança-perfume e uma porção de maconha. Fomos apanhados e tive de pagar... ". Ora, está muito estranho isso. O vereador confessa que levou consigo lança-perfume e maconha. Só que, no Auto de Apreensão elaborado pela Polícia Federal e no Laudo de Exame do Instituto Nacional de Criminalística, da Polícia Federal, não consta o ítem "lança-perfume"; Só consta o ítem "maconha". Ué, onde é que foi parar o lança-perfume citado pelo vereador ? Huuummmmmm. Algumas misteriosas perguntas ficam no ar: 1) Por que a Polícia Federal não colocou no Auto de Apreensão e nem no Laudo de Exame o ítem lança-perfume já que o próprio vereador confessou a existência dela ? 2) Se o vereador confessou no jornal que tinha levado, além da maconha, lança-perfume e este ítem não constou do Auto de Apreensão e nem do Laudo de Exame, fica a dúvida e a possibilidade de que outras drogas fizessem parte do arsenal dentro do tal navio, não é mesmo ? Olha, vamos parar de perguntar senão a coisa vai complicar, não é mesmo meu nobre e preclaro vereador Luiz Fernando Arantes Machado ?

7 comentários:

Anônimo disse...

É igualzinho o mestre Miguel, tem várias coisa escondidas, mas vão aparecer. E a Dra. Gisele, da OAB, por onde será que anda?? O bom moço me parece que é Advogado.

Anônimo disse...

E aí Tayada
Deixa o Mano fazer a trouxinha dele.Baseado é tudo.
dar uns pegas,até que faz bem.

Graúna disse...

Como dizia o poeta: "...vou apertar,...mas não vou acender agora..." rrrssssss

Anônimo disse...

Tayar, o problema não é fato dele usar drogas, o problema dele é o desvio de caráter, se fosse honesto por mim poderia até ser viado.

Anônimo disse...

Deixem o Bonecão de Olinda em paz! O carnaval está chegando e ele precisa se concentrar para os Desfiles, afinal ele se diz gostoso e as meninas todas vao correr atrás dele.
Acende um bãnza aí mano!

O outro lado da notícia disse...

Tayar:

Vi que você pôs o link para a matéria no blog. A repercussão foi muito boa. Vi também que o Jornal de Jundiaí cedeu espaço para o Machado tentar se limpar. Lamentável. Comentei isso agora há pouco. Dê uma olhada.

Abraço.

Anônimo disse...

Quem compra droga financia o tráfico, e o vagabundo assumiu que levou a droga.
É foda ter uma coisa desta a frente de nossa cidade. VERGONHA JUNDIAÍ.
Ninguém faz nada? É bonito dar um tapinha agora?