quinta-feira, 20 de julho de 2017

ENGANANDO SEMPRE ! ! !

O prefeito Luiz Fernando Machado fará a abertura oficial da "Semana do Agricultor Jundiaiense", em homenagem ao Dia do Agricultor. Segundo a nossa administração municipal, o objetivo é destacar a importância e os frutos do agronegócio para a economia jundiaiense.

Ou este governo é ignorante ou quer enganar a cidade de novo.

Falar do agricultor e do agronegócio como se fosse tudo a mesma coisa é um descaramento sem limites. Vamos à realidade dos fatos.

Quando eclodiu a crise econômica na Europa, no início dos anos 2.000, os donos do capital ficaram sem rumo e sem saber onde especular com o seu dinheiro, pois se investissem no velho mundo o risco de perderem o valor aplicado era enorme.

A partir daí começaram a comprar terras no Brasil para especularem com a nossa produção agrícola. Foi a partir de então que as empresas transnacionais obtiveram o domínio da agricultura brasileira.

Nos dias de hoje mais de 80% da produção nacional está nas mãos da Monsanto, Shell, Bunge, Cargill, ADM e outras.

Estas empresas, principalmente a Monsanto, transformaram grandes quantidades de terra em monocultura, praticamente liquidando com a estrutura agrária do Brasil.

O país produz hoje em grande escala apenas milho, soja, cana de açúcar e carne. Chegamos ao cúmulo de importarmos feijão da China, arroz da Tailândia, em um país de dimensões continentais como o nosso.

A Monsanto, inclusive, criou a produção de milho e soja transgênicos, o que é um crime. Para que o milho e a soja se transformem em alimentos transgênicos à eles é misturado um herbicida chamado Roundup, que é fabricado pela própria Monsanto. Este herbicida, segundo laboratórios de renome internacional, é altamente cancerígeno.

E agora vem o prefeito Luiz Fernando Machado dizer que o agronegócio é importante para a economia jundiaiense, desprezando toda a miséria e a penúria em que vive o nosso agricultor.

As autoridades devem ter um pouco mais de cuidado com o que falam. Se não sabem nada sobre o assunto, que pelos menos estudem ou leiam alguma coisa para não correrem o risco de falar bobagem.

terça-feira, 18 de julho de 2017

SÓ FALTAVA ESSA ! ! !

O deputado federal Miguel Haddad depois de votar sistematicamente contra os interesses do povo brasileiro, agora apresenta um projeto surrealista que só poderia partir de um político completamente ausente e dissociado da realidade brasileira.

O medíocre tucano quer implantar um Disque Denúncia especializado em corrupção na administração pública para que as pessoas relatem crimes no uso do dinheiro público de governos, prefeituras e estatais.

Não, não é gozação. Não. É verdade. Inclusive ele teve a cara de pau de gravar um vídeo sobre o assunto não ficando nem vermelho durante sua fala. Confiram abaixo o descaramento do deputado:



Assim sendo, já que é para denunciarmos atitudes não republicanas no poder público e nas prefeituras, vamos começar é já.

Quando Miguel Haddad era prefeito de Jundiaí o Ministério da Saúde fez uma auditoria na cidade e constatou que 45% das internações do nosso Hospital São Vicente foram cobradas indevidamente, ou seja, cobraram do SUS procedimentos que não realizaram. Isso é fraude.

Quando Miguel Haddad era prefeito, ele emprestou R$ 45 milhões do BNDES para a construção do SITU. Naquela época o jornal Folha de São Paulo denunciou que destes R$ 45 milhões, somente chegaram aqui em Jundiaí R$ 37 milhões. Os outros R$ 8 milhões estão voando pelos céus deste Brasil varonil até hoje.

Quando Miguel Haddad era prefeito uma empresa de sua propriedade e de seus irmãos fez um loteamento de 1,5 milhão de m2 ao lado da CBC, aos pés da Serra do Japi. Ali foram aterrados lagos e nascentes de água, o que pela legislação vigente é crime ambiental inafiançável.

Quando Miguel Haddad era prefeito ele transformou o DAE em S/A vendendo ações preferenciais para cinco de seus secretários na época. A empresa foi criada com um capital social de R$ 20 mil. Seis meses depois os acionistas da DAE S/A, Miguel Haddad e seus cinco secretários, convocaram uma assembléia geral extraordinária onde aumentaram o capital social da empresa de R$ 20 mil para R$ 170 milhões.

Aí está a nossa contribuição inicial ao Disque Denúncia da Corrupção do deputado federal Miguel Haddad, do PSDB. Investigação já !!!

sábado, 15 de julho de 2017

JUNDIAÍ NÃO MERECE ! ! !

FOTO: Essa foto dá náuseas até em um estômago de avestruz !!!

Quanto mais passa o tempo, mais vamos conhecendo o íntimo daqueles políticos que cercam esta cidade apenas em benefício de seus próprios interesses particulares e familiares.

Na foto vemos o atual mandatário do país ladeado pelos seus vassalos.

Um presidente que usa o cargo para massagear seu ego mau cheiroso; um presidente que distribui aos deputados propinas disfarçadas em emendas parlamentares; um presidente que possui amigos que correm pelas ruas com malas com o seu dinheiro; um presidente que entregou o país nas mãos dos banqueiros; um presidente golpista, corrupto, lacaio, vigarista e inimigo do Brasil.

É a esse tipo de escória política que o PSDB de Jundiaí presta seu apoio.

Os tucanos Miguel Haddad e Luiz Fernando Machado mostram com esta atitude que a política não vai além de uma festa paga com o dinheiro público e onde o povo não foi convidado. Um banquete regado ao luxo, enquanto o povo é obrigado a ficar assistindo a este triste espetáculo.

Dizendo uma linguagem bastante clara, essa gente não tem um pingo de vergonha na cara. Enquanto lá em Brasília temos uma escumalha como presidente, por aqui os nossos políticos do PSDB não passam também de uma bodega e que não representam a mais ninguém.

terça-feira, 11 de julho de 2017

TERRA DE CORONEL ! ! !

Estávamos no centro da cidade conversando com um amigo quando um cidadão parou e cumprimentou esse nosso amigo. Depois de rápidas e boas palavras ele começou a contar uma coisa que tinha acontecido.

Disse essa pessoa que já estava com uma passagem de volta para o seu Ceará onde iria retornar ao convívio da família, mas havia acontecido um fato bastante desagradável na cidade.

Ele havia dormido uma noite na rua pois não tinha onde ficar antes de viajar. A certa altura ele foi abordado por dois guardas municipais.

De maneira gentil e cavalheiresca os guardas já lhe deram um choque nos pés para que ele acordasse. Posteriormente, após os seus gritos de costume, um dos guardas pegou uma garrafa de água e molhou a roupa e o cobertor daquele cidadão.

No final do bondoso episódio, os guardas comentaram entre si que era ordem do prefeito arrepiarem os moradores de rua para que eles fossem embora daqui, pois eles deixam a cidade muito feia.

Em primeiro lugar o sujeito em questão não era morador de rua. Mesmo que fosse, esta não é a maneira séria de tratar esta questão.

Este fato lamentável só nos leva de volta às políticas públicas oferecidas aos moradores de rua da Bahia nos velhos tempos do gov. Antonio Carlos Magalhães. Afinal de contas, se o Toninho Malvadeza mandou matar seu próprio genro, que dirá os moradores de rua, não é mesmo ?

Então, meus caros amigos, quer dizer que esta é a política pública para os moradores de rua do governo do PSDB ? Que tristeza, hein ?

Isto nos faz lembrar de uma frase memorável dita pelo grande filósofo contemporâneo, cel. Erasmo Dias, quando foi Secretário de Segurança Pública de São Paulo: " Cassetete não é santo mas faz milagre ".

sábado, 8 de julho de 2017

INVESTIGADO ! ! !

O deputado federal Miguel Haddad está sendo investigado através do inquérito n° 4.496, de autoria do egrégio Ministério Público Federal, que tramita no STF - Supremo Tribunal Federal.

Trata-se de um procedimento investigatório instaurado pela suposta prática dos delitos tipificados no art. 2º, “caput”, e no art. 89, ambos da Lei nº 8.666/93, e art. 319 do Código Penal, que poderiam ter sido cometidos em concurso de pessoas (CP, art. 29).

Estes autos foram distribuídos em 22/05/2017 ao douto Ministro Celso de Mello cujos assuntos são os seguintes:

DIREITO PENAL | Crimes Previstos na Legislação Extravagante , DIREITO PENAL | Crimes Previstos na Legislação Extravagante | Crimes da Lei de licitações , DIREITO PENAL | Crimes Praticados por Funcionários Públicos Contra a Administração em Geral , DIREITO PENAL | Crimes Praticados por Funcionários Públicos Contra a Administração em Geral | Prevaricação.

O primeiro despacho do eminente ministro e relator deste inquérito foi publicado em 02/06/2017.

Para lerem o referido despacho, na íntegra, cliquem aqui.