quinta-feira, 12 de maio de 2016

MOMENTO SOMBRIO ! ! !

Não vamos aqui comentar tudo o que envolveu a troca de governo no país já que este blog não tem como objetivo debater todas as questões nacionais, o que tem sido feito amplamente nas redes sociais.

Porém, gostaríamos de abordar a nomeação de dois ministros do novo governo, que de novo não tem nada: São os Ministros da Justiça e o da Secretaria de Segurança Institucional.

O novo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, foi advogado em pelo menos 123 processos na área civil em favor da Transcooper. A cinzenta cooperativa é citada em investigação que apura crime de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro para o PCC.

Já no caso do novo Ministro da Secretaria de Segurança Institucional, general Sérgio Westphalen Etchegoyen, a situação é ainda mais grave pelo passado de seus familiares ligados a épocas trágicas do Brasil.

Vamos a eles:

1) General Léo Guedes Etchegoyen, pai do ministro: Participou da derrubada de João Goulart em 1964 e após o golpe foi nomeado Chefe de Polícia do Estado, tendo sido sub-comandante nos períodos do Cel. Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido pela justiça brasileira como torturador durante a ditadura militar. No final da década de 60, foi chamado a Brasília para atuar como chefe da Assessoria Especial do presidente Emílio Garrastazu Médici.

2) Coronel Cyro Guedes Etchegoyen, tio do ministro: Foi o chefe da Casa da Morte no Rio de Janeiro, centro de tortura que funcionou em Petrópolis, onde usava o codinome de "Dr. Bruno". Os mortos na casa eram depois esquartejados e enterrados nas cercanias.

Durante a sua história, os Etchegoyen depuseram Getúlio, tentaram impedir a posse de JK e aplicaram um golpe contra Jango para liderar a repressão, a tortura e os assassinatos.

Assim sendo, caros amigos, a presença destes ministros lá em Brasília mostram que o governo federal sofrerá forte influência do PCC e dos torturadores da ditadura militar.

Pois é. Teremos tempos muito difíceis pela frente.

45 comentários:

Anônimo disse...

Olá Tayar, estava na Câmara Municipal na última terça e fui surpreendido pelo bom discurso do candidato a prefeito pelo PSOL sobre educação, pelo que me falaram parece que é professor tb. Porque vc não usa tb esse espaço? Abraços!

cesar tayar disse...

É uma boa ideia. Vamos pensar.

Anônimo disse...

ILUMINATIS

Anônimo disse...

O candidato a prefeito pelo psol não é aquele professor, que pediu demissão da escola onde trabalhava e foi ser cc na DE, onde ficava em uma sala, sem nada fazer e recebendo um bom salário? Sei...

Anônimo disse...

Caralho,...PCC comandando o Sérgio Moro...Agora nenhum Deputado entrou com pedido no Supremo para impedir a nomeação desses BANDIDOS

Anônimo disse...

TAYAR, em 13 de maio de 1888 foi assinada a Lei Áurea dando a libertação aos escravos; e hoje 13/05/2016 podemos comemorar a libertação do governo petista e seu fim.

IMPORTANTE LEMBRAR QUE NÃO ADIANTA PETISTA FICAR MUDANDO DE PARTIDO (PT, PCdoB, PSD, E A PQP...), UMA VEZ PETISTA SEMPRE PETISTA.

FICA O RECADO, OBRIGADO !





Fernando Zingra disse...

JUNDIAÍ REPUDIA A HIPOCRISIA E O OPORTUNISMO DO PRÉ CANDIDATO A PREFEITO PELO PSDB, EM ASSINAR A CPI DA MERENDA, DEPOIS DE TER SE NEGADO!!!

Pegou mal para o PSDB, aliás, um partido que tem um histórico de corrupção, articular e se negar a abrir a CPI que investigaria os ladrões de merenda, pois as denuncias recaem sobre seus filiados e integrantes do governo Alckmin.
O PSDB somente recuou e resolveu assinar, quando viu que a situação tornava-se insustentável, com movimentos populares nas ruas e com a tomada da ALESP para que essa CPI fosse criada e os ladrões julgados e condenados.
Mas devemos lembrar que, o maior fator do recuo se deu por ser ano eleitoral, pois se assim não fosse, com certeza isso seria empurrado e engavetado. Então o PSDB temendo por seus candidatos principalmente os deputados que devem pleitear prefeituras, resolveu usar do oportunismo e assinar a CPI, se declarando contra esse tipo de corrução; um partido verdadeiramente hipócrita!
Em Jundiaí a situação pesou muito para o pré candidato a prefeito Luiz Fernando Machado - PSDB, que já foi derrotado na eleição anterior, pois passou a ser repudiado e cobrado continuamente na mídia e nas redes sociais, pois ele foi um dos que se negou a assinar.
Mas como todo bom político oportunista, teve de fazer um vídeo onde se declara a favor da CPI e estará assinando. Se realmente estivesse preocupado e se indignado, sua atitude seria de ter ido contra o partido e assinado desde o início e não só na hora que foram encostados na parede. Atitudes contra corrupção e qualquer outro desmando, devemos ter em todos os momentos e não deixar que outros interesses se sobreponham.
Um jornal de Jundiaí levou a público o vídeo para tentar reverter a situação, mas a população não se deixou enganar e repudiou mais ainda, pois percebeu o oportunismo e o tiro saiu pela culatra.
O povo não tolera mais políticos profissionais, políticos que agem em prol de si ou de seus pares, quando deveriam estar agindo em prol de quem lhes confiou o voto!

Leiam a matéria ma integra em meu Blog.

http://fernandozingra.blogspot.com.br/2016/05/jundiai-repudia-hipocrisia-e-o.html

Anônimo disse...


Ola, Tayar, você lembra quem o Maluf apoiou nas eleições de prefeito em 2012?

Anônimo disse...

A um anônimo aí para trás: qual o problema de assumir um cargo (não sei o que é DE) no início de um governo qd acreditava-se que seria uma coisa e pedir exoneração logo em seguida qd descobriu-se que não era? Ainda mais com o agravante de abandonar um emprego certo e fixo por acreditar em algo e depois se decepcionar por isso? Sinceramente não entendi se a msg era para denegrir a imagem de alguém, como a maioria desse blog, ou exaltar.

Anônimo disse...

Por onde andará o nosso combativo Paladino da Justiça Sr. Gilberto Valverde !

SENHORES REPRESENTANTES DO MINISTÉRIO PÚBLICO LOCAL, TEM QUE SER TOMADA UMA MEDIDA URGENTE PARA SUSPENDER LIMINARMENTE ESSE DESCASO E A COBRANÇA QUE ESTÁ SENDO FEITA PELA EMPRESA ROAX ATÉ QUE SE CONCLUA O PROCEDIMENTO CORRETO PARA TAL FIM.

CONCESSÃO DE USO DO TERRENO LOCALIZADO À AV. JUNDIAÍ, ESQUINA COM A RUA ENG. JOSÉ MARIA SILVA VELHO, PARA FINS DE USO DE ESTACIONAMENTO.

IMPORTANTE SALIENTAR QUE FICA NA ENTRADA DA CIDADE - LUGAR NOBRE E MAIS VALORIZADO - NECESSÁRIO AOS USUÁRIOS QUE VEM AO PARQUE DA UVA EM FESTAS, EVENTOS, SHOWS E ATÉ MESMO NAS FEIRAS LIVRES.

A licitação é um procedimento que visa à satisfação do interesse público, pautando-se pelo princípio da isonomia. Está voltada a um duplo objetivo: o de proporcionar à administração a possibilidade de realizar o negócio mais vantajoso o melhor negócio e o de assegurar aos administrados a oportunidade de concorrerem, em igualdade de condições, à contratação pretendida pela administração.

Logo, a concessão de uso de bem público demandará de um procedimento licitatório prévio.

Anônimo disse...


Teve início a Campanha Eleitoral, "PSDB lança a pré-candidatura de Gustavo Martinelli a Vice-Prefeito de Jundiaí". http://www.cidadeam.com/.

Tayar, em que pese este jovem político fazer parte do PSDB, entendo, sem dúvida, tratar-se de uma boa pessoa, trabalhadora e côncio de suas responsabilidades.

OB: Não entendo até agora, porque o PSDB não apresentou seu candidato a prefeito (?).

cesar tayar disse...

Caro anônimo das 11:11 - O PSDB ainda não lançou o seu pré-candidato a prefeito porque o interesse deles não é a cidade, ou seja, o principal objetivo dessa gente são os acertos inconfessáveis na calada da noite que vão de vento em popa. Uma lástima.

Dedo duro do PCdoB disse...

Uma gravação feita em 2011, que só parte dela foi divulgada, já que a guarda para barganha, pode acabar com a vida de um certo candidato político de Jundiaí, que adora dar umas rasantes fora de casa, principalmente em residencias de crianças carentes!

Anônimo disse...


Para o "Dedo duro do PCdoB" - 14 de maio de 2016 13:57

Seria aquela gravação feita pelos ex-donos de um antigo posto de gasolina, que agora, acompanhado de sua excelência, fazem parte de um novo Partido Político, cujo chefe, também "virou a casaca", e faz parte de um Ministério?

Se for quem estou pensando, neste ano eleitoral, verbas polpudas de publicidade, estão calando a boca do cidadão!


Anônimo disse...

LULA não foi nomeado Ministro para evitar os privilégios do CARGO e continuar a investigação...Mas cade os batedores de panela e o STF que permitiu TEMER proteger vários investigados com a nomeação para MINISTRO...Somos tontos mesmo...
Lembrando que o MORO agora é subordinado a um Advogadozinho porta de cadeia...Pai das chacinas em SP e da agressão em alunos em escolas...Aliás a POLICIA de SP torturou mais que os generais

Anônimo disse...

Gustavo Martineli trabalhou aonde e de que? Qual a profissão desse rapaz? assim como a do LUIS FERNANDO MACHADO...Se ambos saírem da politica morrem de FOME pois nada sabem fazer...a não ser discursos vazios...
Eles não nasceram pra trabalho

Anônimo disse...

Fiquei sabendo que o PCdoB está colado no PPS e já pulou fora do Bigardi..O que aconteceu? TRAIÇÃO ao 65....E as cores do governo do Bigardi não vai mudar de vermelho para verde? kkkkkkkkkkkkkk
Vamos lá Tércio Marinho, venha mas sem pouse...mas não terá chances para enfiar a mão no dinheiro público e também não será Secretário de Cultura

Anônimo disse...

A turma do bigardi são os pobres que tiveram a oportunidade de meter a mao a turma do PSDB são os ricos que ja tem e querem sempre mais e o PPS são as viúvas do Miguel cheias de revanchismo, mas que na primeira oportunidade vão fazer um acórdão com as empresas que parasitam a política da cidade, tudo farinha do mesmo saco, do PV não vamos nem falar que esse se vende facinho na véspera pra quem der mais.

Anônimo disse...

A turminha da esquerda tá nervosa porque acabou a teta?

Anônimo disse...

A idéia sobre o Sr. Tayar usar a tribuna livre é excelente visto que a mesma tem sido usada por cada "PANGARÉ" que dá até vontade de pedir para terminar com esse espaço.

Anônimo disse...

Falam muito sobre os atuais candidatos a reeleição e a eleição para prefeito de Jundiaí que fora da Política, não tem profissão e ou nunca trabalharam em lugar nenhum de destaque e não sabem fazer outra coisa a não ser viver as custas de negócios das famílias.
Que tal fossem mostradas por esse "BLOG" um retrospecto de cada um e se possível em algum meio de comunicação que todo povo tivesse aceso.
Ou até mesmo na tribuna livre.

Anônimo disse...

MUITO BEM LEMBRADO PELO ANÔNIMO DO DIA 13/05/16 (08:03) "NÃO ADIANTA OS PETISTAS TENTAREM ENGANAR O POVO, SAINDO DO "PT" E INDO PARA OUTROS PARTIDOS PORQUE TODO MUNDO SABE QUE:
"UMA VÊZ PETISTA, SEMPRE PETISTA"

Anônimo disse...

Ao anônimo do dia 14, as 22:34 se doeu pq??? Quem escreveu sobre o candidato do Psol só disse verdades. Qdo ele pediu demissão (ou exoneração) do cargo para assumir um cc no DAE não sabia que o prefeito banana e o vice ogro iriam lotear os cargos? Que as promessas eram diferentes dos atos?? Oras, não me faça rir. Não há inocentes nesta história.

Anônimo disse...

Indo pela lógica do anônimo das 22h34, será que o Tayar quando apoiou o Bigardi não sabia que o prefeito banana e o vice ogro iriam lotear os cargos? Que as promessas eram diferentes dos atos?? Oras, não me faça rir. Não há inocentes nesta história.

Vamos ressaltar aqueles que enxergaram a realidade e que estão dando a cara a tapa para mostrar a realidade além do que convivemos. Parabéns ao PSB e ao PSOL por lançarem candidaturas que vão contra o modelo atual. É preciso muita coragem para ta. Eu, particularmente, gostaria de vê-los juntos, mas independentemente de suas escolhas admiro ambos!

Anônimo disse...

Se o povo do PSDB fosse do tipo que pega uma fila qualquer, não teria como não reconhecer que o Martinelli tem n vezes menos rejeição que o LFM. Se fossem do tipo realista, saberiam que o Martinelli, caso seja eleito, tem mais chances de concluir o mandato e aparecer apenas nas páginas de política dos jornais. Mas o que manda é a grana, não é mesmo? Siga-se a grana.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 13:56, as candidaturas contra o modelo atual são as do PCB e do PSOL. O PSB está pendurado na grana do PSDB.

Anônimo disse...

Retificando: PCB, não PSB!

José Carlos Rodrigues disse...

Ao anônimo das 16:01 e aos leitores desse Blog!

Fazendo uma análise da atual situação, principalmente de Jundiaí, tem de deixar claro que o único partido contra o atual modelo é O PCB, o restante são velhos conhecidos, partidos pelegos ou de barganha.
A sim inocentes, e os únicos inocentes são Cesar Tayar e Fernando Zingra, o restante são oportunistas. Cesar Tayar e Fernando Zingra, quando viram que Pedro Bigardi os traia, isso já após sua posse, passaram a questioná-lo e a cobrá-lo publicamente, nunca esconderam seu descontentamento e que defendiam o que é certo. Esses dois não ficaram ao lado do que veria a ser a maior decepção de Jundiaí, nem um só segundo após verem o governo sujo que ele começava a praticar, por isso trouxeram o PCB pra Jundiaí, para enfrentar essa velha situação de barganha, do toma lá dá cá que desde 1983, com a eleição do que representa o que há de pior na nossa política, que hoje se alinha com Pedro Bigardi, e que lançará seu sobrinho vice da decepção.
Dizer qu o PSOL ou seu candidato a prefeito é novidade, é desconhecer o passado desse partido que até hoje só foi usado para negociatas e sempre esteve nas mãos dos que se alinharam com os piores governos, é bom lembrar que até o Cláudio Miranda, já foi seu presidente.
O candidato desse partido, sabendo de toda a sujeira do governo Pedro Bigardi teve até pouco tempo cargo de confiança no DAE, então esse não é inocente!
Sua saída do PT para o PSOL é jogo de estratégia, foi uma maneira dos que estão no poder, de tomarem posse de um partido que estava livre e solto em Jundiaí e que poderia ir parar nas mãos de alguém do PSDB, e esse teria quase todos os partidos fazendo o jogo deles.
Não haverá candidatura no PSOL contra o governo do Pedro, esse se alinhará de última hora para apoiá-lo.
Alguém acredita que um professor iria abandonar seu trabalho, ir para um CC que ganhava muito mais sem fazer nada, e depois abandonar esse? Aguardem e verão!
Quem está achando que o PPS virá contra, esta atirando no próprio pé, o PPS já está alinhado com o Pedro e sairá de vice com o Ricardo. A negociação valeu até um CC a esposa do vereador delegado a uns 3 meses atrás!

José Carlos Rodrigues disse...

Cesar, o João Miguel não é aquele que você e o Zingra defenderam na luta pelo Sindicato?
Que absurdo, ele ao invés de os apoiar, trouxe um partido pra Jundiaí que se alinhará com esses esgoto político e já está defendendo a candidatura do sobrinho do verdureiro na página do PPS.
O que mais há nesse cidade são traidores.

Anônimo disse...

Aqui na cidade domina a política de duas famílias.

Anônimo disse...

Legal e ver o pessoal da secretaria de cultura fazendo pré campanha para o bailarino, tem uns que perguntam quem apoiar purgato ou bailarino!!!

Anônimo disse...


Quem viver verá: Ricardo Benassi (PPS) prefeito, e Gustavo Martinelli (PSDB) vice-prefeito! Justificativa: Como todos sabem, Miguel Haddad (PSDB) tem outras aspirações, junto ao governo federal; Luiz Fernado (PSDB), sabendo que não tem chance com a família Benassi, deverá continuar sua trajetória no Governo do Estado.

Diga-se de passagem: Neste fim de semana foram lançadas as pré-candidaturas de Ricardo Benassi (PPS) prefeito, e Gustavo Martinelli (PSDB) vice-prefeito! PENSE!!!

Anônimo disse...

Dilma teria que PUNIR todos os ladrões...Ate permitiu a PF levar varios a cadeia...E TEMER já deu proteção e ao amigo CUNHA ele ao ser perguntado no fantastico esquivou-se..Libanês filho da PUTA

Anônimo disse...

TEMER é seu BRIMO Tayar ou do Miguel Hadad? abre o jogo

Anônimo disse...

Candidatura do Ricardo lançada e contou com a presença de comunistas até de baixo d'agua,"professo" purgato e seu mentor político Tercio,esses sim tem opinoes.

Dedo duro do PCdoB disse...

O bailarino que nunca foi bailarino, é uma grande mentira!
Nas reuniões do PCdoB, ele dizia que tinha sido preso político, quando alguns lá dentro que o conhecem a anos o desmentia.
Ele não é formado coisa alguma em artes cênicas pela USP, fez EAD gestão industrial na UNINTER.
Ganhava alguns míseros trocados agenciando bandinhas de garagens ou pequenas peças teatrais, no restante do tempo era sustentado.
O cara é só conversa mole pra boi dormir.
Foi filiado ao PV e saiu de vice prefeito com o Marcussi em 2004, não tem qualquer ideologia, vai onde conseguir algum.

Anônimo disse...


E o Pedro continua inaugurando obras feitas por outros. A reforma da Ponte Tora, a reforma do Escadão, a rua da Muralha da Rua do Retiro...Isso é que é falta de imaginação..

Anônimo disse...

TEMER é um efebofilo..Já pensou se o LULA largasse Dona Mariza e pegasse uma moça de 25 anos...Meu Deus os coxinhas e a GLOBO ia bater forte no 19 dedos

Dedo duro do PCdoB disse...

Se usarem a gravação tem candidato que irá recuar rapidinho, aliás, já usaram em 2012, quando certo indivíduo da pizza ligado a igreja católica, quis lançar panfletos denegrindo o Pedro e foram pra ciam desse candidato pra que ele impedisse ou a gravação vinha a tona!
Não esqueçam que foi o delator na gravação!

Anônimo disse...

Porque não mostram publicamente essa gravação ?

Dedo duro do PCdoB disse...

Ao anônimo das 14:40;

Pegunte ao Osmil, ao Dênis e ao Pedro o por quê?
Se mostrarem toda as 2 horas de vídeo, a câmara e muitos políticos terão de fugir!
Lembre-se que o delator era assessor!
As denuncias não ficaram no âmbito político, tem muita coisa pesada por fora que fará muitos vomitarem.
Mas eles escondendo essa gravação, estão sendo coniventes, com situações gravíssimas, mas isso não pode ser investigado por Jundiaí, pois irão sumir ou encobrir!

Anônimo disse...

Ao dedo duro do PC do B,

Essa tão falada gravação, pode ser provada, ou são meras acusações do A.B.?

Dedo duro do PCdoB disse...

Ao anônimo das 18 h.

Quem pode afirmar se podem ser provadas as denuncias ricas em dados, é o delator.
Mas muitos afinaram quando souberam o conteúdo, pois quem deve temer!!! kkkk

Anônimo disse...


Agora caiu a minha ficha, sobre os comentários de 14 de maio de 2016 17:19, e comentário de 16 de maio de 2016 14:48. Então trata-se da gravação feita, sem que o A.B. soubesse?

Anônimo disse...


VAMOS RELEMBRAR!

quarta-feira, 8 de maio de 2013


UM MISTÉRIO A SER DESVENDADO ! ! !

Antes das eleições de 2012 veio a público um vídeo gravado pela assessoria do então deputado estadual Pedro Bigardi onde o jornalista Anselmo Brombal fez algumas revelações gravíssimas sobre a realidade da política de bastidores em Jundiaí. A gravação apresentada tinha pouco mais de dois minutos. Porém, segundo o que alguns assessores parlamentares do deputado disseram na época, este vídeo tinha mais de duas horas de duração onde o ex-editor do Jornal da Cidade mostrou todas as entranhas do funcionamento da vida pública na cidade. Existem algumas indagações que afligem a todas as pessoas de bem de Jundiaí: Por que este vídeo não foi mostrado na íntegra para toda a cidade ? O que ficou escondido nesta gravação que não foi mostrado ? Quais foram os nomes dos personagens que foram citados no vídeo em sua totalidade ? Quais seriam os eventuais crimes que ficaram sepultados neste vídeo que está guardado a sete chaves até hoje ? Estas são algumas das perguntas que não querem calar sobre esta questão. Apenas para não deixarmos este assunto delicadíssimo cair no esquecimento, assistam abaixo o trecho do referido vídeo tornado público naquela época.

Postado por cesar tayar