sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

HISTÓRIA COMPROVADA ! ! !

Segundo o Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo o Jornal de Jundiaí tem atrasado o pagamento dos seus bons trabalhadores. Oras bolas, onde está o dinheiro da prefeitura ?

Além dessas questões trabalhistas, o Jornal de Jundiaí continua o mesmo, ou seja, só publica notícias dos pré-candidatos a prefeito que pagam e são bastante simpáticos a este veículo. Que vergonha, hein ? Que veículo lastimável é esse !!!

Muitas pessoas mais jovens quando ouvem falar sobre a história do Círculo Operário Jundiaiense, do Jornal de Jundiaí e da Rádio Difusora ficam na dúvida se o que se fala sobre o assunto é verdade ou não.

Mas é claro que é tudo verdade. Porém alguns discípulos de São Tomé querem ver para crer. Então aqui está a prova concreta.

Estivemos andando por toda a cidade à procura de alguma prova que confirmasse concretamente o que temos contado neste blog.

E finalmente encontramos.

Na rua Brasil existe um logradouro público denominado Praça Padre Adalberto de Paula Nunes. Naquele local há um belo obelisco com uma placa dizendo o seguinte:

" Homenagem póstuma ao Reverendíssimo Padre Adalberto de Paula Nunes no Jubileu de Prata da Rádio Difusora Jundiaiense - Diretor Responsável de 1950 a 1961 - Jundiaí, 24-06-71 ".

Esta foi a homenagem prestada pelo povo de Jundiaí ao pároco e ao saudoso Círculo Operário Jundiaiense, proprietário original do Jornal de Jundiaí (antiga A FOLHA) e da Rádio Difusora Jundiaiense.

Naquela época estes veículos de comunicação eram comprometidos apenas com a informação, bem diferente dos dias de hoje onde o vil papel vem em primeiro lugar. Profundamente lamentável.

Confiram nas imagens abaixo as homenagens ao Padre Adalberto de Paula Nunes e, consequentemente, ao Círculo Operário Jundiaiense:

Praça Padre Adalberto de Paula Nunes, na rua Brasil, onde se vê o obelisco com a placa em homenagem ao querido pároco do Círculo Operário Jundiaiense, que prestou serviços inestimáveis à cidade.

Placa homenageando o Padre Adalberto de Paula Nunes, diretor da Rádio Difusora Jundiaiense, do jornal A FOLHA e membro do Círculo Operário Jundiaiense. É a verdade comprovada neste blog.

23 comentários:

Anônimo disse...

http://sjsp.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6029:jornal-de-jundiai-se-esconde-atras-da-crise-&catid=36:destaque

cesar tayar disse...

Este blog se solidariza com os sofridos funcionários do Jornal de Jundiaí que trabalham muito e não recebem em dia o seu salário. Se este jornal ainda fosse de propriedade do Círculo Operário Jundiaiense isso não estaria acontecendo.

Fernando Zingra disse...

É muito fácil se dizer empresário, escravizar seus funcionários, e usar o dinheiro em regalias, do que pagar os salários desses, que com certeza necessitam mais que o dono do Jornal (???)!!!

O sindicato faz a seguinte denuncia:

"No entanto, apesar de alegarem crise financeira, enquanto os trabalhadores assistiam o desfile das escolas de samba pela TV, um dos sócios proprietários do jornal passou o Carnaval numa das cidades turísticas mais caras do Estado de São Paulo, em Campos do Jordão, passeando de motocicleta Harley-Davidson e se deliciando de uma suculenta picanha."

Perdem a coroa, mas não a majestade!!!

http://jornalistasp.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6029%3Ajornal-de-jundiai-se-esconde-atras-da-crise-&catid=36%3Adestaque

Fernando Zingra disse...

Somente pra constar e lembrar os amigos!!!

CESAR TAYAR, O MITO JUNDIAIENSE CONTRA A CORRUPÇÃO, É PRÉ CANDIDATO A PREFEITO!!!

Cesar Tayar é dentista, presidente do PCB e blogueiro, dono do mais ácido blog de Jundiaí, o BLOG DO BEDUÍNO, especializado em denunciar tudo que ocorre na política local que a mídia e alguns jornalistas atrelados a grupos políticos escondem da população!
Ao mesmo tempo que é temido pelos políticos que andam fora da linha, é respeitado por esses, pois todos conhecem seu caráter e suas matérias, que mostram a verdade, pois tudo é documentado, nada é inventado! Tentaram lhe calar e fechar seu Blog com ameaças e processos, mas nunca se intimidou, ganhou todos, pois a VERDADE SEMPRE PREVALECERÁ!!!
De caráter incorruptível, não aceita que usem o que é público para benefício próprio. O que é do estado deve ser usado para o bem do cidadão, que paga seus impostos ou para os necessitados!
Foi o principal homem na derrubada do nefasto PSDB do poder de nossa amada Jundiaí, que transformaram nossa cidade em seu quintal de negócios, e hoje continua a demonstrar todos os desmandos desse nefasto partido e seus maus gestores, e todos que as fraudes políticas Pedro Bigardi - Durval Orlato, ex PCdoB / PT e hoje PSD/PROS vem cometendo, não só em seu Blog, mas também junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas, pois esses entraram com o discurso de moralização, mas enganaram 140.000 eleitores, pois tudo que condenavam das nefastas administrações do PSDB, fazem igual!!! O mais grave ainda é que ambos os grupos estão de mão dadas para unificarem o poder nessa eleição de 2016, visando a perpetuidade do poder entre eles, a fim de tentarem barrar outros candidatos que querem a coisa certa para Jundiaí!!!
Por sua luta incansável contra a corrupção e pelo que é certo, Cesar Tayar, se coloca como pré candidato a prefeito.

Conheçam o trabalho que esse valente senhor faz acessando:

www.cesartayar.blogspot.com.br - BLOG DO BEDUÍNO

http://fernandozingra.blogspot.com.br/2016/02/cesar-tayar-o-mito-jundiaiense-contra.html

Anônimo disse...

Este jornal é uma vergonha, uma verdadeira desgraça pro desenvolvimento e a evolução desta cidade.

Anônimo disse...


Lebro-me como se fosse hoje. No final de 2009, uma neta de um dos sócio do COJ - Circulo Operário Jundiaiense, postou aqui no blog BEDUÍNO as seguintes razões:

"Jéssica Machado disse...
Prezado Cesar,
Navegando pelo internet,me deparo com esta matéria.Saiba que é um pedaço da minha história.Sou neta, com imenso orgulho,do Sr.José Seckler Machado,um homem cuja vida foi um exemplo de dignidade e retidão.Cresci vendo minha avó paterna, esposa de José, Júlia Rullo Machado, falar com profunda tristeza sobre este fato.Os Jundiaienses, não tem noção de um décimo do sofrimento que o Sr.Tobias causou minha família.Fez enorme injustiça com Vovô José, mas precisamente com o Círculo Operário e não contente perseguiu meu pai Ordival Seckler Machado por um enorme espaço de tempo, prejudicando-o profissionalmente sempre que podia.A esse senhor, o fato de papai ter cinco filhas pequenas para sustentar era bobagem, não tinha nada com isso.Vovó Júlia disse inúmeras vezes que haveria de viver para ver a justiça ser feita, Vovó faleceu este ano com 90 anos,mas eu creio que a única justiça que ela verá será a melhor de todas: a Divina.Eu como cristã que aprendi com eles a ser,dou o meu perdão a ele, pois certamente um dia Alguém vai julgá-lo e não quero ser eu a culpada pelo seu seu martírio nas chamas infernais.Mas para finalizar deixo eu a vocês irmãos jundiaienses a certeza de que Vovô José sempre foi integro, lutou como pode em favor do Círculo, mas era humilde e pequeno diante dos "poderosos".Perdeu o Círculo sim, mas nunca o caráter e a dignidade.Foi um exemplo de esposo, pai e um avô muito amado.Isso sim é fortuna, isso sim é império: a família!
Eu tento a cada dia me espelhar em seus princípios e atos, será que o mesmo acontece com algum neto ou neta de Tobias?
Um forte abraço."

NOTA DA REDAÇÃO:
Certo é que, hoje, aqueles que de forma direta ou indireta, se apropriaram do COJ - (nove herdeiros), estão vivendo o "martírio nas chamas infernais", como disse Jéssica Machado, pois, enfrentam uma demanda judicial, com vários advogados, em sucessivos debates, conforme decisões dos tribunais.

Anônimo disse...

César, mudando de assunto, você já sabe qual foi a reação do Durval Orlato sobre a mudança do Padre Wilson para a Igreja Anglicana???

Anônimo disse...

Em Jundiaí a mentira é lucrativa e a verdade ninguém quer encarar, uma sociedade de omissos e egoístas que paremetriza a realidade com notícias de uma mídia suja e parasita comprometida com dinheiro e poder tão somente.

Anônimo disse...


Os perversos serão lançados no “MARTÍRIO DAS CHAMAS INFERNAIS”, lugar de tormento eterno para onde vão os maus! Sabe-se que o inferno tem o tamanho da rebeldia de cada um, é um lugar terrível, onde estarão por toda a eternidade todos aqueles que não observaram os preceitos. Familia comprometida com o mal, vai se curvar para o calor das “CHAMAS INFERNAIS”.

Anônimo disse...

O anônimo disse: Em Jundiaí a mentira é lucrativa. É a mais pura verdade.

Anônimo disse...

http://www.naosalvo.com.br/secretario-da-educacao-de-sao-paulo-tem-inveja-idealismo-isis/

Anônimo disse...

César, o OAJUNDIAI, do Fávio Gut, está fora do ar. V. sabe por quê?

Anônimo disse...

Está precisando sair algumas matérias ou relembrar sobre Miguel Haddad e Luiz Fernando, afinal esses estão se achando, dizendo que foram grane administradores de Jundiaí!

Anônimo disse...

A musa do PSDB local, aquele dinossauro que tem um olho no peixe e outro no gato, adora você Cesar e o Zingra, pois ela os persegue em tudo que é local na net!

Anônimo disse...

Vejam só quem admira o ISIS;

http://www.naosalvo.com.br/secretario-da-educacao-de-sao-paulo-tem-inveja-idealismo-isis/

Anônimo disse...


Senhores do blog!
Por muito tempo (de 60 há 83), militei na imprensa de Jundiaí (Jornal), época em que se distinguiram os eminentes jornalistas: Jayme, Solon, Waldemar, Sandro, Borgonovi, Erazê, Favaro, Castilho, Pacheco, Milton, e outros. Naquele tempo, já se notava ataques de estrelismo, prepotência e arrogância do aludido dono do jornal, na época, apelidado de PITÉCO. Não me surpreendi com o relato da Jéssica, pois presenciei nosso companheiro Pacheco ser agredido fisicamente com um ferro de trava de direção de veículo, à porta do jornal, ocasião em que funcionários pleiteavam melhorias de salário juntamente com a CUT (houve processo, e o Pitéco foi condenado criminalmente). Conheci o eminente José Secler Machado (avô da Jéssica), homem ilibado e inteligente, e, por ele, tomei conhecimento do ocorrido com os padres e suas organizações. As históricas peripécias do Pitéco, faz caber-lhe, sem dúvida, a leitura tão bem lembrada de que: “Os perversos serão lançados no “MARTÍRIO DAS CHAMAS INFERNAIS”, lugar de tormento eterno para onde vão os maus! Sabe-se que o inferno tem o tamanho da rebeldia de cada um, é um lugar terrível, onde estarão por toda a eternidade todos aqueles que não observaram os preceitos. Família comprometida com o mal, vai se curvar (também) para o calor das “CHAMAS INFERNAIS”.

flavio botelho junior disse...

querido Cesar, vou contar uma pequena historia sobre este referido " jornal", em 1958 os três fernandos, " fernando henrique cardoso, fernando pedreira e fernando gaspariam " compraram o referido jornal dos padres, e deram o nome de " o jundiaense ", com um único proposito, alavancar a candidatura do gaspariam a prefeito e depois eleger fhc a deputado estadual, mas para fazer funcionar as maquinas, como já que tinham o querido jornalista Jaime Martins como redator, foram buscar em são paulo meu pai Flavio Botelho, assim eu com 8 anos de idade vim para jundiaí, e vi que o sonho pelo poder do fhc " sempre em minuscula" pelos seus crimes de lesa patria, não tinham limites já nos anos 60, e só foi eleito suplente a senador em 1978 na chapa de Franco Montoro,quando assumiu o senado, e meu pai se arrependeu até a sua morte, por ter ajudado ele e ser traído!, e por ser filho e neto de Comunistas entrei na politica de 1974 me filiado ao MDB de São Paulo, isso ate 1996 quando das eleições municipais em jundiai, quando seu presidente e secretario do pmdb na época venderam o apoio ao PTB, quem pagou foi o vice, traindo o acordo de não apoiar ninguém, como eu era o tesoureiro e não compactuo com canalhas sai do partido para nunca me filiar a partido algum, "paguei caro", e agora depois de 30 anos de coronelismo em jundiaí, quando a gente pensa que as coisas iriam mudar o seu bigardi pula mais uma vez de partido, " oportunista ", o alcaide deve ter feito acordo com algum dos coronéis para salvar sua campanha, depois que consegui o oque quis do governo Federal, já que era filiado a um partido da base governista, pobre futuro da população de jundiaí, cai na lenga lenga da imprensa golpista "PIG" e vão pagar com as suas almas já que o corpo foi escravizado, só um acéfalo politico não vê, vejam a Argentina hoje, lá eles elegeram o aecin deles e se danaram.

Anônimo disse...

Pelo amor de DEUS !!!!! Ouvi na Rádio que o BIGARDI vai se reunir com lideranças para discutir METAS !!!!! O que foi feito ? O que está em andamento ? E o que resta fazer segundo seu plano de governo ?

Essa porra do ZICA VIRUS deve ter tomado conta do discurso do PT/PCdoB, pois nossa Presidenta diz a mesma ECA !

Que droga de PLANO DE GOVERNO é esse ? Não fizeram nada além de aumentos de tarifas, fechamentos de indústrias e desemprego....

Senhor TAYAR A META QUE O POVO ESPERA É A QUEDA DESSE GOVERNO PIFE E INCOMPETENTE. PRONTO DISSE.....

Anônimo disse...

A musa do PSDB local, aquele dinossauro que tem um olho no peixe e outro no gato, adora você Cesar e o Zingra, pois ela os persegue em tudo que é local na net!Lacrou!kkkkkkk

Essa se acha, fica postando fotos com caras sensuais, seria cômico, mas é trágico!Fala mal, ameaça todo mundo, acusa e quando falam dela fica doida. Só ela pode escrever de todos. Vai achando que é assim dinossaura.

cesar tayar disse...

A política suja de Jundiaí tem muita história escondida até hoje.

Anônimo disse...


A TÍTULO DE COOPERAÇÃO:

Prezado Flávio Botelho (15 de fevereiro de 2016 19:5)

Realmente, parte do que você falou é verdade!

Porém, "Fernando Henrique Cardoso, Fernando Pedreira e Fernando Gaspariam", compraram o jornal "O JUNDIAIENSE", através do gerente do jornal à época, Sr. Canessa, que, se não me engano, representava o conhecido jornalista, Carlos Veiga, filho do fundador, jornalista SECUNDINO VEIGA.

Sabe-se que na ocasião, foi descoberto um "ACORDO! entre os jornais: A FOLHA DE JUNDIAÍ, O JUNDIAIENSE e DIÁRIO DE JUNDIAÍ, em trama de Concorrência (CARTEL) para divulgação de atos oficias de Câmara Municipal de Jundiaí e Prefeitura do Município de Jundiaí.

Sabe-se também, que às pessoas: Fernando Henrique Cardoso, Fernando Pedreira e Fernando Gaspariam (representando "O JUNDIAIENSE"), Paulo Marques (representando o "DIÁRIO DE JUNDIAÍ) e TOBIAS MUZAIEL (representando "A FOLHA DE JUNDIAÍ"), foram processados (Época do prefeito Mário de Miranda Chaves), processo que correu pela 3ª Vara Cível, época em que ainda, respondia, pelo contencioso.

A Ação foi promovida pelo presidente da Câmara Municipal de Jundiaí, Sr Pedro Ribeiro.

Sei que na ocasião, o Sr Virgilio Torricelli (homem culto e de idoneidade inabalada), também tomou conhecimento do fato.

Anônimo disse...

Nossa,quanta história...

Anônimo disse...


E teve mais, o dono do jornal foi obrigado a ir no sindicato e se explicar, se deixou algun$, eu não sei, vamos aguardar o pronunciamento de quem de direito!