quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A HISTÓRIA SE REPETE ! ! !

FOTO: Enquanto o prefeito Pedro Bigardi faz pose na frente da Ponte Torta os vereadores aprovam o calote no servidor.

Há muitos anos o ex-prefeito André Benassi, no ocaso de sua nefasta administração, emprestou R$ 40 milhões do extinto FUNBEJUN para pagamento de despesas estranhas à finalidade do fundo de pensão. O FUNBEJUN quebrou e mudou de nome para IPREJUN.

Aquele empréstimo foi empurrado com a barriga para ser pago em longos e intermináveis 30 anos. Um absurdo.

Como atualmente o prefeito Pedro Bigardi anda abraçado com André Benassi em todos os cantos da cidade, nada mais adequado do que o alcaide Bigardi imitar o ex-alcaide Benassi.

Na sessão da Câmara Municipal da última 3ª feira o calote no IPREJUN foi aprovado pelos vereadores sem o menor constrangimento.

Ao analisarmos o texto da lei aprovada encontramos o seguinte:

Art. 2° - Fica autorizado o parcelamento dos débitos do Município de Jundiaí com o seu Regime Próprio de Previdência Social - RPPS, regido pelo IPREJUN, na seguinte forma:

1) Os débitos oriundos de contribuições previdenciárias devidas e não repassadas pelo Município, em até 240 prestações mensais, iguais e consecutivas;

2) Os débitos oriundos de contribuições previdenciárias descontadas dos segurados ativos, aposentados e pensionistas, em até 60 prestações mensais, iguais e consecutivas;

3) Os débitos não decorrentes de contribuições previdenciárias, em até 60 prestações mensais, iguais e consecutivas.


Só um detalhe: Descontar a contribuição previdenciária do servidor e não repassar o referido dinheiro ao IPREJUN é crime de apropriação indébita que as autoridades municipais poderão responder.

Que lástima acontecer uma coisa dessas com o dinheiro do servidor.

Para lerem, na íntegra, o que foi aprovado acessem o link abaixo:

http://sapl.camarajundiai.sp.gov.br/sapl_documentos/materia/200674_texto_integral.pdf

40 comentários:

Anônimo disse...

BEM FEITO E VOÇES QUE TRABALHAM JUNTOS NA PREFEITURA QUERIAM O PEDRO AI ESTA O QUE PROCURARAM E AINDA VAO VOTAR NELE CADE AS MAQUINAS AS EXTRAS E DEPOIS NOS DO BAIXO ESCALAO QUE ESTAVAMOS ERRADO ...............TOMA PARA APRENDER

Anônimo disse...

Gostaria de saber o que o presidente do sindicato dos servidores está fazendo que não cobra do prefeito este absurdo ? Ah entendi. O Luciani vai ser candidato a vereador e apoiado pelo Bigardi. Está explicado o seu silêncio.

Anônimo disse...

pois é, a população clamou por mudanças, e quando a dita esquerda ganhou a eleicao aqui na terra de Petronilha Antunes, o que se viu depois de certo tempo, foi uma decepcionante tristeza em ver que, não há mudanças efetivas na política, e que só mudam os nomes e as siglas, aliás esta parece ser a sina desta nação, sai a direita e entra a esquerda, e todos nós cidadãos honestos e trabalhadores sofremos com essa classe política contaminada e corrupta!
Solução à vista, SQN, me desculpem a franqueza e o desânimo, mas não acredito em histórias da carochinha.

Anônimo disse...

Onde andará o Gilberto Valverde? Que terá esse paladino da moralidade a dizer sobre esse rombo nas contas do IPREJUn?

Anônimo disse...

ele esta apontando para a serra ?kk

Anônimo disse...

Bem feito para o funcionalismo, que sempre só olhou para seu umbigo! Não quiseram essa nova diretoria do sindicato? Agora aguentem as consequências! Tiveram opção, mas como são oportunistas, votaram no que eles acharam que lhes beneficiaria!

PCB JUNDIAI disse...

O PCB - Partido Comunista Brasileiro, é solidário a luta do funcionalismo jundiaiense.
Caso haja realmente interesse do funcionalismo que o PCB se envolva diretamente nessa luta, peço a formação de uma comissão, munida de documentos e informações que possam ser avaliadas e discutidas em conjunto, para que possamos realmente ter a certeza do que ocorre e como pode ser resolvido. Entrem em contato pelo e-mail pcbjundiai@gmail.com informando nome e uma forma de contato, para que possamos agendar uma reunião.

Fernando Zingra
Secretário de Organização
PCB - Jundiaí

Anônimo disse...

É isso aí moçada da prefeitura. Larguem este sindicato pelego que vocês tem e partam para cima deles. Esse Luciani é um 5ª coluna. Na frente do servidor ele faz pose de lutador a favor da categoria, mas por trás da cortina vive bajulando o prefeito.

Anônimo disse...

RESTAURAÇÃO DA PONTE TORTA "PARABÉNS" MAS NÃO ESQUEÇÃO QUE EXISTEM, UMA PORÇÃO DE OUTRAS COISAS QUE ESTÃO TORTAS NESTA ADMINISTRAÇÃO E QUE DEVERIAM TER PRIORIDADES EM SEREM ENDIREITADAS.
QUEM QUIZER PODE MENSIONA-LAS.

Anônimo disse...

E as pedaladas do Bigardi nenhum vereador vai se manifestar? procurem algum economista e verifique os caminhos para afastar esse prefeito. Já pensou se a tucanada tivesse dado uma pedalada dessas, hein marilena, durval e sartori?

Funcionária Realista disse...

Zingra e Cesar, sabem quando o funcionalismo vai fazer contato? Nunca! Pois não passam de oportunistas! Eles querem que vocês resolvam, mas não querem aparecer, pois tem medo de serem perseguidos. Culhões, só vocês dois tem. Jundiaí é feito de covardes e oportunistas!
Não percam o tempo de vocês em defendê-los, pois na hora do vamos ver, irão lamber o saco dos nojentos do PSDB, afinal o funcionalismo de Jundiaí gosta de bajular o que não presta!

Anônimo disse...

O PSDB fez muito pior com Andre Benassi, Ary Fossem e Miguel Haddad nesses anos de mandatos! Pedalada é coisa de principiante, eles fizeram horrores com o dinheiro público! Basta, ver com o entraram e como são hoje!

Anônimo disse...

O anônimo das 10:15 de 12/12 tá certo.

Anônimo disse...

César, vc tem idéia do custo desta reforma do entorno da ponte torta? Não duvido que alguém levou o seu por fora, nesta 'perfumaria' que foi feita. Só para aparecer antes das eleições de 2016.

Anônimo disse...

É por isso que no dia "D" da eleição, eu não vou poder comparecer, estarei com constipação intestinal - Justificativa!! É DIARRÉIA mesmo.
Abaixo o voto obrigatório!!

Anônimo disse...

Gente...... A coisa está muito estranha...Em pouco tempo, os dois portentos da Administração Pública Brasileira, Benassi e Haddad, estarão brigando para ver quem é que será o principal apoiador do Pedro... O Benassi, todo cheio de querer, já disse que entra com o sobrinho (o vice). Haddad não pediu nada. Na verdade, pediu sim: que não se mude nada...
Enquanto gente dessa estatura se interessar pela cidade, ela segue seu caminho o buraco...........E cheio de merda.

Anônimo disse...


Povo de Jundiaí dá resposta aos políticos (sentido amplo).

Pequeno público comparece aos eventos: “VEM PRA RUA” e “REINAUGURAÇÃO DA PONTE TORTA” (500 pessoas por evento).
O Povo já não aguenta tantas roubalheiras dos nossos governantes

FORA POLÍTICOS...FORA MAL INTENCIONADOS...VIVA O BRASIL !!!

Anônimo disse...

a funcionaria realista das 10:14 tem toda razao

Anônimo disse...

Dia 18 de dezembro agora, lá pelas 9:30 horas da manhã, tem missa em frente ao Hospital São Vicente em prol do mesmo. Todos os culpados pelo estado de abandono em que se encontra o hospital estarão lá. Não percam o show de falsidade.

Anônimo disse...


Vocês sabiam que o funcionalismo de Jundiaí "ADORAM O EX-SECRETÁRIO JURÍDICO?" - RRRRssss

Anônimo disse...

Os servidores foram humilhados o tempo todo nas administrações passadas e parecem Amélia (aquela que gosta de apanhar) porque querem os caras de volta. Nunca vi isso. Eles não permitiam que usássemos os elevadores com eles. Os secretários pareciam imperadores intocáveis. Tratando a gente assim imaginem ao povo da periferia. Créééééédo. Ainda tem uma meia duzia que querem isso de volta. Só Jesus na causa que peço não aconteça.

Anônimo disse...

Gastar R$ 800 mil nessa obra da Ponte Torta é uma falta de respeito a inteligência do cidadão. Avaliem e verifiquem que se fossem nas suas casas o que foi gasto ali não passa de R$ 50 mil. Ninguém vai pedir uma prestação de contas? A não ser que o material que colocaram lá seja nobre. Talvez banhado a ouro.

Anônimo disse...

O parque do engordadouro tá uma farra, é cachorro cagando na grama, na areia das prainhas, a entrada principal com riscos graves de acidentes e a Diretora tratando mal os visitantes e dizendo que o pessoal do Morada das Vinhas é persona non grata lá. E que logo terão um parque a altura dos cidadãos daquela localidade. Calma Dona Luciana.

Anônimo disse...

Puta merda... Tem gente que ainda insiste em que a Ponte Torta servia para tráfego de carroças....Que merda é essa? Os cavalos ou mulas subiam e desciam pelas escadas? Tenham dó!

Anônimo disse...

As obras do jardim Suspenso da Daniela "antigo escadâo" pela complexidade técnica, de materiais e equipamentos se fossem realizadas pela prefeitura o valor seria em torno de R$ 5 milhões. Basta olhar o valor da ponte torta. R$ 800 mil reais. Vamos lá Batalini, onde se gastou tanta grana naquela troço que só agrada aos saudosistas que gosta de coisa velha mal conservada.

Anônimo disse...

Apesar de não ser de esquerda, votei no Pedro acreditando numa mudança profunda, e porque a democracia é feita pela alternância de poder.

Ledo engano.

Os ditos esquerdistas, em sua esmagadora maioria, são uns hipócritas. Gostam mesmo é do luxo que o capital oferece.

Bananão em três meses mudou para a Malota amiguinhos. Quando ele moraria numa casa daquela se não fosse a política?????

Agora o Bananão fica inaugurando Parklets, Ponte torta, Parques...a preços exorbitantes...inversão de prioridades...investe na saúde e na educação prefeito de m@##$%$%.

Anônimo disse...


Gostaria de saber: É verdade que a Globo (TEVE TEM) fatura da prefeitura R$ 350.000,00 por mês, e tem anúncio até no Jornal Nacional? Quem leva a comissão de Agência, etc e Tal?

Autoridade, pede uma relação dos gastos com propaganda e despesas com TVs, Rádios, Jornais, Shows em feirões, Festa da Uva, Carnaval, Inaugurações, etc.

Garanto que a "maioria" das NOTAS FISCAIS (quentes ou frias) de prestação de Serviços, é oriunda de uma única firma, estabelecida no Centro de Jundiaí! (se mexer vai dar merda).

Se fosse quebrado o sigilo bancário de um determinado secretário, garanto que teríamos uma "NOVA LAVA-JATO", em Jundiaí!

É só querer, que a sujeira aparece!

Funcionários da Receita...vocês sabem do que estou falando né?

Anônimo disse...

Jundiaí 360 anos ! Parabéns !

O pouco de história que nos resta deve ser preservado. Com o falecimento de nosso saudoso Geraldo Tomanik, não teremos talvez
um outro Dom Quixote que lute pela divulgação e preservação de nossa história. Vejam, Jundiaí é uma das cidades mais antigas do Brasil !
Muitas coisas já foram destruídas, tais como monumentos; casarões;
praças; etc. Se não tivermos a capacidade de criar idéias, vamos copiá-las ! Vejam o que seria da Europa sem a preservação de seu milenar passado, sua arquitetura, sua arte, enfim.
Preservar não significa apenas saudosismo, mas, sobretudo, CULTURA !
Ponte Torta, um ícone histórico. Parabéns !!!
Altamiro de Aquino

Anônimo disse...

EX. PREFEITO, DÁ UMA VERSÃO TOTALMENTE INVERSA A DO ATUAL PREFEITO EM ENTREVISTA À RÁDIO CIDADE AO RADIALISTA "CÍCERO HENRIQUE" NO PROGRAMA "AÇÃO E INFORMAÇÃO" NA MANHA DE HOJE 15/12/15 SOBRE AS JÁ FAMOSAS PEDALADAS SOBRE O IPRESUN. E AGORA, QUEM ESTÁ COM A RAZÃO ?

Anônimo disse...

Jundiaí no século XXI - Agora temos o observatório da Ponte Torta. kkkkkkkkkkk........

Anônimo disse...

Ponte Torta inspirou até a famosa cachaça de Jundiaí: PINGA PONTE TORTA


Coisas de Jundiaí

Anônimo disse...

Os prefeitos anteriores também pedalaram e parcelaram a divida que está sendo paga até hoje e agora vem com a cara de pau de sempre dizendo que é contra. Tá loko meu? o MH deu balão no BNDES naquela historia do situ e agora preside a comissão que estuda a corrupção lá noticiada. É a raposa tomando conta do galinheiro. Só aqui mesmo né. os caras mamaram tanto que quase secaram a vaca. Com a atuação da policia federal a casa caiu e não dá mais para dar golpes como eles deram por mais de 20 anos. É só ver o patrimonio de cada um antes e depois. E se vivo estivesse que dissesse o Valmorzinho.

Anônimo disse...

SEGUNDO RECORTE DE JORNAIS A OBRA DA PONTE TORTA ESTAVA ORCADA EM 2 MILHOES.
PARA O IPREJUN NAO TEM DINHEIRO, NAO ESTAO PAGANDO, PORQUE FALTAM 110 MILHOES PARA FECHAR O ANO E ENTAO ESTAO RETIRANDO UM POUCO DE CADA CANTO.A DIVIDA COM O IPREJUN HOJE NAO E MAIS DE 16 MILHOES E SIM DE 26 MILHOES....E GASTARAM 8 MILHOES EM 3 MESES DE PROPAGANDA....O PIOR AINDA ESTA POR VIR.. QUEM VIVER VERA.....TAYAR NELES

Anônimo disse...


R$ 1.600.000,00 não é a comissão de "Agência"?

Anônimo disse...

Enquanto isso, a gestão do EJA vende pizza para os alunos para arrecadar verba para a APM. Detalhe: no ano passado, o aluguel da chácara para confraternização de fim de ano foi pago com dinheiro da APM. Não é ilegal, segundo o diretor. Quanto a ser moral...

João Miguel Alves disse...

Embora fora aprovado na câmara,os conselheiros do Instituto,digo,do conselho deliberativo,pois do fiscal, é tudo indicado,fizeram uma reunião na última quinta e este servidor acompanhado de um diretor e um advogado da Associação de Servidores ( Asserv ),estivemos participando e presenciamos o seguinte: O conselho deliberativo de forma unanime,decidiu,não aprovar o acordo de parcelamento.Com isso,membros da prefeitura estão manobrando e convocaram uma reunião extraordinária para terça 22/12/15 as 14:30 hs no 8° andar do paço municipal,para tentar virar o jogo.Se não for aprovado pelo conselho,o prefeito ficará com problemas nas contas com relação a este ano no Tribunal de contas.Aqui quero convocar a todos servidores,para que estejam lá na terça,pois estão tentando enganar a todos.Vejo que precisamos de todo apoio,por isso, peço ajuda também ao PCB,que se colocou a disposição.Vamos lá servidores.

João Miguel Alves disse...

Com tudo,nos resta cobrar os conselheiros e não deixar aprovar o acordo,ainda temos essa oportunidade.A reunião será na terça as 14:30 hs no paço 8 andar.Conselho deliberativo,eleito pelos servidores, está contra aprovação do acordo.

João Miguel disse...

Positivo,não foi aprovado o parcelamento pelo conselho por 6 votos a 3.Prefeito ia tirar dinheiro de outro lugar para pagar e pediu para o conselho aprovar,não deu.Segundo um conselheiro fiscal,parte do dinheiro foi usado para pagar nosso 13°.Ainda segundo o conselheiro,foram gastos 8 milhões com uma emissora de tv.

João Miguel disse...

Após o conselho deliberativo do Iprejun,desaprovar o parcelamento,já tem conselheiros achando que o presidente Eudes vai passar por cima deles de novo e autorizar.Mas a Asserv tá de olho.

Anônimo disse...

É preciso uma investigação profunda no IPREJUN. Se fizerem isso muitas cabeças vão rolar.