segunda-feira, 13 de maio de 2013

QUEM TE VIU, QUEM TE VÊ ! ! !

No final da ditadura militar, as assembléias do sindicato dos metalúrgicos no estádio de Vila Euclides, em São Bernardo do Campo, fizeram tremer o regime dos golpistas de 31 de março de 1964. O trabalhador metalúrgico arriscou a própria pele nas greves do ABC que eram patrulhadas de perto pelos órgãos de segurança dos generais. O país todo reconheceu a luta desta classe a favor da democracia. O tempo passou. Junto com a democracia veio a desilusão com a classe política. E o pior. Veio também a desilusão com os sindicatos, com raras e honrosas excessões. Um exemplo desta desilusão sindical vivemos neste final de semana em Jundiaí. Na festa de aniversário da Federação dos Metalúrgicos, estiveram presentes as lideranças metalúrgicas locais, o prefeito Pedro Bigardi e, pasmem, o governador Geraldo Alckmin acompanhado do ex-prefeito Miguel Haddad, todos juntos se confraternizando em um ambiente cordial e fraterno. Que vergonha hein ? Definitivamente vivemos a política do vale tudo em Jundiaí onde os limites da ética já foram devidamente jogados pela janela. Mas vamos aqui separar o joio do trigo. O trabalhador metalúrgico continua merecendo o nosso maior respeito pela sua dedicação ao trabalho e aos interesses de sua classe. Porém, o sindicato dos metalúrgicos e o prefeito Bigardi, festejando junto com o que existe de pior em nossa política, colocaram um ponto final em qualquer credibilidade, se é que ainda tinham alguma. Diante deste lamentável fato, fica claro o seguinte: Hoje, nesta cidade, temos, de um lado toda a classe política e seus apêndices cuidando de seus próprios interesses, e de outro o pobre povo de Jundiaí, órfão político de pai e mãe, abandonado, escarrado, enganado e pisoteado, sendo lembrado que existe apenas em época de eleição. Que pena.

31 comentários:

Anônimo disse...

Não sei voces, mas eu nunca mais vou votar nessa trope que se instalou em Jundiaí.

Seja da DIREITA ou ESQUERDA, ou da p.q.p.

Vou pagar a multa e pronto.

To de saco cheio

Anônimo disse...

Parabéns pela escolha da música, bem atual, para os nossos camaradas socialistas, em causa própria. Mais se não tiver denúncia, liberdade de expressão, fica complicado, pois desde o começo venho acompanhando as denuncias aqui feitas, e vão de encontro ao caráter das pessoas envolvidas, para quem tinha alguma dúvida fica ai a lição. Quero ver com que cara irão pedir voto pra D. Dilma o ano que vem, a eleição começa a um ano, ai será a hora de dar o troco. Acorda Jundiaí.

Anônimo disse...

César, ouvi uma conversa por aí de que o Pedro teria viajado à Disney...
Que comunista é esse , heim, que se entrega de corpo e alma ao capitalismo na primeira oportunidade?
Confirme aí.

Anônimo disse...

Ele nao precisa ir a Disney, isso nao é verdade, para brincar ele brinca aqui mesmo, pode escolher, ja que tem 140 mil amiguinhos que o ajudaram, e com esse quintal desse tamanho, Pode brincar de prefeito, de chefe do executivo, de seu mestre mandou, do que quiser, desde que nao incomode os governantes, ele pode tudo. Quem nunca comeu melado, quando come,nao sabe o gosto que tinha. FDP!!!

O realista disse...

O Pedro pode ir a Disney, a China, a Varzea Paulista ao raio que o parta nos quintos dos inferno!!!! Quem manda nessa cidade é o tal do Zeca PIres.....é ele que toma as decisoes, o que sai ou nao sai na imprensa, as empresas contratadas, é ele que preenche o cheque e manda o Pedro assinar.....abre o "zóio" meu povo!!!

Joseph Smith disse...

Primeiro: Na confraternização dos "new friends", eles deram "selinho" para "selar" a amizade?
Segundo: Como tenho o péssimo hábito de observar as imoralidades e improbidades pela cidade, subindo a Av. Jundiaí pela calçada, mais uma vez tive de arriscar minha frágil vida descendo da mesma para "dar espaço" a um outdoor de uma tal construtora não sei é MGM ou algo assim, que insiste em ficar se expondo diariamente em cima da calçada. Sim, eu sei que estas empresas mandam e mamam ainda aqui, mas...
Terceiro: Uns metros acima a calçada virou estacionamento da Kalunga. Mais uma vez ponho minha frágil vida em risco, brigando por um espacinho com o "Cometão". Então...
Quarto: Mais alguns metros acima constato que nesta cidade aquela lei física em que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço tem uma rival à altura. Dois atos vergonhosos ocupam o mesmo espaço, mas não deveriam. A mureta da vergonha do Jardim Ana Maria que ocupa espaço público mais uma placa colada nesta mureta informando que ali só estaciona cliente de uma tal de Dulce Horte... não o que, esqueci no caminho. Um comércio privado se impondo sobre espaço público.
Não é difícil resolver a situação.
O novo POLITIBURRO da prefeitura que faça o que deve ser feito.

FERNANDO ZINGRA disse...

EXCELENTE CRÍTICA CONTRA O PT E O PCdoB PELO CAMARADA GILVAN ROCHA DO PSOL!

Emir Sader. Que pena!
Gilvan Rocha
Segunda-feira, 13 de maio de 2013.

O sr. Emir Sader, sociólogo e pretenso marxista, vem a público, em parceria com outro intelectual argentino, lançar um livro em que louva os anos de governo petista e elege como inimigo principal, o neoliberalismo e não o capitalismo. É até compreensível que se tenha a política neoliberal como de natureza bem mais cruel no âmbito desse sistema sócio econômico. Mas ao invés de propor o anticapitalismo, como seria próprio de um verdadeiro marxista, ele se propõe tentar viabilizar uma política econômica, pretensamente capaz de produzir um capitalismo humanizado, palatável. Essa postura, comum a muitos intelectuais que se arvoram de marxistas, é totalmente repugnante. Isso porque, considerando que para implementar uma política de gerenciamento do capitalismo, objetivando torná-lo menos cruel, o PT e o PCdoB caíram, de corpo e alma, nos braços de amplos setores fisiológicos, estabelecendo com esses setores a mais íntima e promíscua aliança.
Não quis o velho PT, nenhum entendimento com o PMDB ideológico de Ulisses Guimarães, Franco Montoro, Mario Covas, Tancredo Neves... Porém estreitou laços efetivos com o PMDB corrompido de Jose Sarney, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Romero Jucá. Isso para não falar da deslavada aliança com o sr. Paulo Maluf.
Pretender criar uma dicotomia do tipo neoliberalismo versus nacional desenvolvimentismo, é uma armadilha, levando-se em conta os reais interesses históricos das classes trabalhadoras. Edir Sader, em parceria com Maluf, empenhou-se em levar a candidatura de Fernando Haddad à vitória em nome de derrotar a “tucanalha”. Mas será que estamos fadados a dualidade: “tucanalhas” versus “petralhas”? Essa questão deveria ser respondida pelo “marxista”, que se aventura em tornar público uma obra de bajulação que bem retrata o estado de indigência, de uma certa intelectualidade, da qual Emir Sader é partícipe. Cremos não haver esperança de reverter esse quadro de apodrecimento político e ideológico de certos setores da nossa “inteligência”. É lamentável.

Anônimo disse...

Bacaninha o que está na página do Malerba:

"Ontem tivemos uma produtiva reunião no Fazenda Grande, com Daniela da Camara, Secretária de Planejamento e Décio Luiz Pinheiro Pradella, Diretor de Planejamento.
O objetivo foi captar junto à população problemas e propostas para contribuir com a elaboração no Plano Plurianual e para as áreas de Lazer no bairro.
Mobilidade urbana, Educação, Segurança e Lazer foram as áreas mais citadas."
Só ele não percebeu. O Durval e o Gérson estão deixando que ele exerça toda sua verve de esquerda, enquanto eles, de fato, é que mandam...
ET: Muito demais a parte do texto em que o edil diz que foi "captar junto à população problemas e propostas"...

Anônimo disse...

Atenção população jundiaiense, em breve reajuste de ônibus, que já havia sido acertado antes das eleições, para que a categoria votasse no Pedro Bigardi!
Quero ver o que o Pedro vai dar de explicação a população!
O Luiz Fernando e o Miguel poderiam vir aqui para confirmar essa minha postagem, pois tentaram de todas as formas persuadirem a categoria a não votar no Pedro, mas mesmo pondo o cheque na mesa, não foi suficiente!
Lembrando que o Laurindo, do sindicato dos transportes rodoviários é amigo do presidente da câmara e o ajudou eleger!

Marcos Cabral disse...

Cesar, duas perguntas que não querem se calar:

1) O que está havendo com nossa GMJ? Pq tantas reclamações dos gm's de assédio moral na corporação? Afinal, agora a atuação deles é light.
2) Até qdo o ineficiente secretário de saúde será notícia, seja nos jornais do município ou de centrais sindicais??? Agora, a reclamação contra Claudio Miranda é do descaso com os agentes de zoonose.

Anônimo disse...

Amigo conte uma coisa boa que o Durval Orlatto e o Gerson Sartori fizeram de bom para Jundiai. O Durval ja foi deputado e o Gerson sempre mamou atraves de sindicatos.Queria que eles me respondessem em todos esses anos o que fizeram por Jundiai.
O pedro como deputado(que largou no meio do caminho)conseguiu uma ambulancia e verbas mixurucas par alguma entidade beneficiente, pobre Jundiai ruim na politica ruim com nosso paulistaq esta cidadesinha de m........(ou a cidade é ruim ou nosss não se nada.

FERNANDO ZINGRA disse...


Entre 2008 e até o dia da sua vitória nas eleições, poderíamos dizer que era algo surreal esse tipo de encontro!
Hoje se tornou corriqueiro até demais!
A população cansada do Miguel e PSDB votaram em Pedro, pois achava que esse iria afrontar, mostrar todos os desmandos praticados por esses e moralizar a política local! Mas o que vemos são acordos entre eles e a permanência de grande parte desse grupo nefasto! Quer dizer trocamos seis por meia dúzia!
Uma vergonha e traição com todos que depositaram esperança em ver esse grupo fora da politica para sempre!
Uma pessoa que se elege com 70% do eleitorado, tem todas as condições de fazer uma administração sem a necessidade de lotear a prefeitura e a câmara com seus algozes! Essa história de que ele está maduro e isso é politica, é conversa mole pra boi dormir! Vejam se o PSDB alguma vez chamou o PT ou ele propriamente para participar de algum governo? E nem por isso deixaram de administrar, bem ou mal! Se sabendo que ao ganhar iria agir dessa forma, por que fez discurso contrário iludindo a população?
Pessoas que apoiaram o Pedro e deram a cara pra bater, hoje são motivos de chacota, por esses que retornaram; ou são cobrados por eleitores que estão indignados com essa situação!
Eu classifico isso como incapacidade, falta de visão em administração! O Pedro deixou claríssimo que não tem qualquer compromisso com os seus eleitores!
É o típico caso do que dormiu peão e acordou rei, mas a coroa não lhe cabia na cabeça, mesmo que tentassem moldá-la, sempre ficava com defeito!

Anônimo disse...

aqui sua resposta Marcos Cabral!

Colocamos um banana para administrar Jundiaí, que inflou a prefeitura com desempregados!

Anônimo disse...


Por falar em secretário, tem um que "deve" até condomínio no Edifício que reside!

Anônimo disse...

GENTEEEEEEEEEEEEEEEEEE tem CC na prefeitura que não conseguia mais colocação no mercado de trabalho por não dominar habilidade e compet~encia alguma, hoje ta mamando e ganhando salário de executivo e pousando de burga... lamentavel Pedrinho puxa-saco do VAL manobrando os taxistas....Parabéns Bigardi

JOSE CARLOS RODRIGUES disse...

Como já dizia a marchinha de carnaval:

Yes, Nós temos Banana

Yes, nós temos bananas
Bananas pra dar e vender
Banana menina tem vitamina
Banana engorda e faz crescer

Vai para a França o café, pois é
Para o Japão o algodão, pois não
Pro mundo inteiro, homem ou mulher
Bananas para quem quiser

Mate para o Paraguai
Ouro do bolso da gente não sai
Somos da crise, se ela vier
Bananas para quem quiser

Anônimo disse...

PEDRO BIGATO estava na Disney porque acha o povo com cara de Pateta! Sera se ele é fã dos Irmãos Metralhas?

Anônimo disse...

A BOA VIDA DO SR. OSMIL CRUPE.

Hoje, 14 de maio, às 09:50 da manhã, o Sr. Osmil Crupe, CC da Prefeitura, estava transitando tranquilamente a bordo de um veículo EcoSport pelo Centro de Jundiaí. Trajava roupa esporte, idumentária típica das pessoas que não têm preocupação na vida e que estão fora de casa apenas para cuidar de assuntos particulares. Nesse horário, ele cruzou a rua Barão de Jundiaí, vindo pela Rua Siqueira de Morais. Pelo que sabemos, deveria estar trabalhando, eis que recebe sala´rio pago pela população jundiaiense.

Anônimo disse...

Vejam o que disse o senhor Inácio, deus do Orlato, Sartori, Malerba e - claro! - do Pedro:
"Quando vocês não acreditarem em mais ninguém, no Lula, no (Fernando) Haddad, na Dilma, em ninguém, nem no Paulo Maluf... ainda assim, pelo amor de Deus, não desistam da política", afirmou o ex-presidente à plateia presente no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista.
Ou seja, ele coloca Maluf, em se tratando de questões éticas, em patamar acima dele e da Dilma...Olha, nesse ponto quem vai discutir com o INácio?

Anônimo disse...

Salário na prefeitura do boa vida Osmil Crupe: R$ 13.000,00

Anônimo disse...

Que que é isso, Beduíno??V. viu que o site dos metalúrgico pra puxar o saco do Pedro no caso da ESEF só faltou colocar o Serra num altar? Nossa.
"Esse tipo de escolha não é inédita. Em 2009, por exemplo, o então governador José Serra (PSDB) escolheu o jurista João Grandino Rodas como o novo reitor da Universidade de São Paulo (USP). Ele ficou em segundo lugar nas eleições realizadas em novembro daquele ano, na instituição, atrás do cientista Glaucius Oliva, mas era o candidato preferido de José Serra. Aquela foi a primeira vez desde a ditadura militar que um governador não escolheu o primeiro da lista tríplice para reitor. "


http://www.metebronca.com/Noticia.aspx?portal=metebronca&noticia=6685

Anônimo disse...

Ao anônimo das 15:51.

O Mete bronca além de ser do sindicato dos metalurgicos, está sendo administrado pelo André Lux, que tem sua esposa Andrea Lux em CC na secretaria de planejamento.
Gozado que esse individuo era radical com tudo, inclsuive chegou a ser processado pelo Mazzoni e agora ele acha moral o Pedro estar com o PSDB!
O radical dele sumiu após um CC!
Os trabalhadores metalurgicos estão revoltados pelo jornal e site estar sendo usado para defender o Pedro, quando que a finalidade é outra!

Anônimo disse...

Como podem falar em moralizar o Paulista tendo na presidencia Jair Bocanella?

Anônimo disse...

Eu quis dizer Djair Bocanella!

Anônimo disse...

o que é pior: os secretários anteriores ou os atuais?????

Anônimo disse...

Djair bocanela pelo que sei trata-se de uma pessoa honesta porem nunca trabalhou em empresa particular não tendo assim as metas exigidas pelos empresarios dono da firma srempre trabalhou no serviço publico que é uma molesa e ningeum cobra nada.

Anônimo disse...

Sou testemunha da boa vida do Sr. Osmil Crupe. Acompanha a mulher ao supermercado durante o horário de "trabalho" do CIJUN. Imagino que ele pensa ter sido decisivo para a vitória do Pedro, e super valoriza o passe. É ultrajante para os 140 mil eleitores que confiaram na proposta/compromisso da coligação. Só pra lembrar, a promessa é que não veríamos cópia da gestão passada. Muito reacionária a posição de quem recebe dinheiro público sem comparecer. Que raio de renovação é esta camaradas?

Anônimo disse...

Imparcialidade anda de mãos dadas com a Justiça, área muito forte na questão, se me der leva. O que dizer então de homens como André Lux, sem o comprometimento da toga? Seria até anti ético se depois de ter a família agraciada por um dos cargos da famosa lista do PT, saísse por aí, expressando a mesma opinião de outrora. O mesmo vale para o Valverde, o Gilberto Sonhador. Passou toda a era tucana, alardeando boas notícias para os que desejavam frear os desmandos via judicial, como nunca nada vingou, e agora a situação o favorece, vai tentar melhorar o que puder, sem desgaste com os novos patrões. Qualquer um de nós faria o mesmo. Os CCs são muito bem remunerados, ninguém é louco de desprezar R$. Não nos iludamos, ideologia tem limite, interesse, motivação material ou moral, mas é alimentada por algum objetivo de caráter subjetivo também. Só acho que todos os companheiros e camaradas, deveriam parar de criticar os demotucanos, porque é descortês falar mal do parceiro de mesa. Agora que estão todos alinhados sob o mesmo teto protetor, a crítica tem que acabar. Muito feio continuar fazendo de conta que são adversários. Vamos pelo menos conviver em paz, sem ter que continuar assistindo esse teatro de mau gosto.

Anônimo disse...

Nunca pensei que ia ver isso.

Anônimo disse...

Mas tem o seguinte, eles conseguem enganar uma vez só. Não vai ter uma segunda vez.

Anônimo disse...

R. para 11:16
A não ser que surja uma terceira via, muito representativa, eles se manterão. Morto está o PSDB, o DEM, o PP, daí as alianças com o PCdoB e PT. Admiro a coragem e desprendimento do César, Zingra e Cabral, mas a estratégia, se me permitem, não é o ataque. Desde a eleição do Presidente Lula que já deveríamos ter assimilado. Claro que devem estar buscando apoio, mas é cansativo e antigo, ouvir o ruído da mesma tecla. Muita gente ficou decepcionada com o que buscou e não encontrou, estão neutros ou esperando uma opção para se juntar. É hora de aglutinar nomes confiáveis e mudar radicalmente a condução das conversas. Estou em contato com pessoas que apesar de não aprovarem o quadro, não desistiram. São estas que podem e devem caminhar juntas, porque caso contrário, haverá reeleição sim. Ainda não surgiu páreo para os que ganharam a Prefeitura e para a maioria da Câmara. Os novos, com raras exceções, não estão correspondendo. Pensem nisto.