quinta-feira, 14 de abril de 2011

A CIDADE INVISÍVEL ! ! !

Não não não não não !!! Não estamos falando aqui dos clássicos de terror criados por Alfred Hitchcock. De maneira nenhuma citaríamos neste blog trechos dos filmes de terror " Sexta-Feira 13 ". Jamais repetiríamos aqui o famoso seriado de televisão chamado " Além da Imaginação " conduzido pelo tenebroso Boris Karloff. Existem mistérios muito mais profundos em Jundiaí do que os citados acima. Por exemplo: Alguma Santa Alma Misericordiosa por acaso já conseguiu ver o helicóptero da Guarda Municipal em ação ? Pois é. Na sessão da última terça-feira na Câmara Municipal, foi aprovada a prorrogação do contrato da prefeitura com a empresa proprietária da tal aeronave. Valor do contrato: R$ 70.000,00. Diante deste mistério, se penetrarmos na mente cinzenta e lúgubre dos coronéis de Jundiaí, ficaríamos aflitos diante desta enorme interrogação: Por onde andaria o nosso arrepiante e fantasmagórico helicóptero ? Ninguém consegue responder, pois tanto o tal equipamento aéreo como a planilha de custos das empresas de ônibus de Jundiaí, jamais foram vistos por nenhum de nós, meros mortais e pecadores. Diante disso, amados irmãos, oremos, pois assim disse o tétrico Boris Karloff no encerramento de um de seus filmes de terror: " Com os fantasmas não se brinca ". E como existem fantasmas em Jundiaí, hein ?

27 comentários:

Anônimo disse...

E com certeza não é da turma do Gasparzinho! Seria então o Fantasma da Ópera "Soprano" em Jundiaí?????
Mistério....

Anônimo disse...

NAO SO O CONTRATO DESSE TAL HELICOPTERO , COMO JA FOI CITADO AQUI EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS ,TAMBEM FIQUEI SABENDO DO CONTRATO DE TREZENTOS E ONZE MIL REAIS ,DE UM TAL MARCELO PERONI QUE IRA GANHAR , PARA DAR AULAS DE TEATRO SEGUNDO INFORMAÇOES UMA VEZ POR SEMANA , IGUALMENTE ACONTECE COM A MAESTRINA VASTI ATIQUE , QUE TAMBEM E PREVILEGIADA COM UM FABULOSO CONTRATO DE TREZENTOS E SETENTA MIL REAIS POR DEZ MESES DE CURSO , PAGO PELA SECRETARIA DE EDUCAÇAO, RELEMBRANDO ESSA SENHORA AQUI CITADA JA FOI DIRETORA DE CULTURA PORTANTO TEM VINCULOS ANTIGOS COM ATUAL ADMINISTRAÇAO ASSIM COMO O SENHOR MARCELO PERONI QUE TAMBEM E QUERIDO DAQUELA SECRETARIA ,AI VEMOS NOSSO DINHEIRO SENDO USADO PARA FAVORECER POUCOS ENQUANTO MUITOS PRECISAM ,DE VAGAS EM ESCOLAS REMEDIOS ETC ESSA E NOSSA CIDADE ....

Anônimo disse...

Conforme aquele programa do Silvio Santos: Isso é incrível!

Anônimo disse...

Leiam a cobertura do debate promovido pelo movimento Jundiaí Livre neste link:

http://jundiai-livre.blogspot.com/2011/04/movimento-jundiai-livre-promove-debate.html

FERNANDO ZINGRA disse...

A lei 6766/79 é a lei que determina o que é loteamento e da todas as diretrizes para esse!
Ela é bem clara quanto que as benfeitorias, como guias e sarjetas, asfalto, água potável e pluvial, esgotos, energia elétrica e iluminação pública, bem como as obras necessárias de interligação, mesmo que executada pelo poder público, para água e esgoto devem ser custeadas pelo empreendedor, mas devem ser doadas! E em caso algum, loteamento pode ser fechado, já que as ruas quando de sua aprovação são de domínio público! Em caso de loteamento, o custo de consumo da iluminação pública cabe ao município! As escrituras são individuais, não existindo parte ideal!
No caso de condomínio(casas), somente algumas cidades tem legislação própria, cabendo toda a infra estrutura por conta do empreendedor bem como até o consumo da iluminação pública.
No caso de condomínio, normalmente não há escritura individual de terreno e sim parte ideal, então não se desmembra. A aprovação junto a prefeitura se difere em muito, e essa não recebe as vias internas para o município, cabendo toda a manutenção dentro dele ser arcada pelo empreendedor ou seus moradores. Como as ruas não são de domínio público, nesse caso pode ser fechado. Um exemplo típico de condomínio são os prédios! Mas não é o que ocorre em Jundiaí, onde não há o respeito a pareceres e determinações jurídicas, visto que o que se aprovam aqui são LOTEAMENTOS e NÃO CONDOMÍNIOS!
Estarei comentando mais neste final de semana em meu blog, inclusive postando decisão judicial sobre a inconstitucionalidade do que é feito em nossa cidade.

Acessem www.fernandozingra.blogspot.com

Anônimo disse...

http://pedrobigardi.blogspot.com/2011/04/frente-parlamentar-mostra-forca-no.html

Jornalzinho fajuto! O deputado Pedro Bigardi foi quem levou os vereadores para o debate no colégio de líderes da Alesp. O Jornal da Cidade, conhecido JC fala do Ary Fossen.
É cobra mandada ou não?

Anônimo disse...

Tayar acesse o site abaixo e peça um orçamento, voce vai saber de muitas e muitas coisas.

PS = publique só após fazer a consulta documentada para instruir o processo de improbidade.

http://www.flyservices.com.br/helicoptero.html

Anônimo disse...

Ontem, na inauguração do novo escritório deputado Pedro Bigardi havia muita gente. Isso é muito positivo, pois demonstra força e tomara que aumente ainda mais a participação popular.
Agora, no próximo evento do Movimento Jundiaí Livre! Vamos em massa também.

GERSON PRADO disse...

O encontro de alguns evangélicos com o interino, não representa a vontade dos evangélicos de Jundiaí, e muito menos eles representam as comunidades! São evangélicos de igrejas que se beneficiam de favores e dinheiro oferecido pelo Vereador Val!
As verdadeiras comunidades e pastores sérios não participam disso, pois não barganham e nem se contaminam pelo dinheiro fácil! É uma vergonha uma pessoa se dizer de DEUS, mas ir contra todos os seus mandamentos! Não é sr. Val? Ser evangélico não é recitar toda a bíblia? Não é frequentar os cultos? Não é falar manso? Ser evangélico é renunciar e seguir todos os mandamentos do CRISTO VIVO! Gostaria de ver o sr. vereador fazer isso! Esses evangélicos que prestigiam o interino pregam a teoria da properidade, onde incutam nos fiéis que quanto mais esses daram para a igreja ou a eles, mais benção receberam! O Cristo pregou a properidade da alma e não dos bens materiais!

Anônimo disse...

O helicóptero da Guarda Municipal está, no momento, integrando as forças da coalizão da Otan, em operação na Líbia, contra Muamar Kadafi.
Tão logo a Otan ordene o cessar-fogo o helicóptero retornará à base operacional, na Bat Caverna.
As declarações são do comissário Gordon. Informou a Rádio Gotham City em ondas quase médias e frequência quase modulada.

Anônimo disse...

Cesar gostaria que vc desse uma passada na av 9 de julho, mas precisamente em frente ao shopping dos lustre, pois ali existe uma nascente que escorre (em grande volume) 365 dias por ano o liquido mais precioso do planeta e ninguem do poder publico faz nada.E o DAE torrando nosso dinheirinho com propagandas enganosas nas radios da cidade. Venha ver e registrar esse absurdo. Abraços.

Anônimo disse...

SOU ELEITOR DO VEREADOR VAL E NÃO ENTENDI NADA DO QUE GERSON PRADO QUIS DIZER, OU QUAL O GRILO DELE COM VEREADOR, O VEREADOR TRABALHA PELA CIDADE E EM PROL DE TODAS AS RELIGÕES, INCLIVE PARA MINHA, QUANDO NÃO TEM NADA A FALAR É MELHOR FICAR QUIETO!

Anônimo disse...

Vereador Val trabalhando por Jundiaí???

Onde isso???

GERSON PRADO disse...

Ao anônimo das 19:19 h:

Se você não entendeu nada é por isso que você vota no Val!

Anônimo disse...

Sem fugir do tema:
Por várias vezes o Tayar apresenta um tema e nós comentaristas pela nossa ansiedade cometemos a falha (não por maldade) de falar de outros assuntos, mas dessa vez, com o tema: “A Cidade invisível” é fácil permanecer dentro do mesmo assunto.
Vereador que trabalha é difícil, esgoto tratado em 100% da cidade esquece, policiamento eficiente, escola com dois professores por sala sonhou, AME, Av. 09 de Julho (funcionando), Scaringella, Jeep para Serra do Japi, nepotismo, PMDB, Trevo dos pescoçudos (agora) o Miguel pediu um novo (por quê heim? Será reflexo do Jundiaí Livre?), participação popular no orçamento da Prefeitura, transparência na administração, SITU funcionando, e por aí vai.

Anônimo disse...

Em tempo:
Outra coisa invisível em Jundiaí é o deputado Pedro Bigardi nos Bairros visitando a população que o elegeu. Esse papinho de Blogue, escritório, Alesp, para o povão é tudo invisível.
O povão quer ver o nosso futuro prefeito demonstrando força agora, já, urgente... Perguntem nas ruas!

Círculo Operário Jundiaiense Surrupiado disse...

Ao Anônimo das 11h12:
Onde fica mesmo o escritório do Ary Fossa ???
E o do Machadinho ???

Anônimo disse...

ao anônimo das 11:12
caro amigo percebe-se claramente que o senhor é daqueles que fazem crítica pessoal, sem qualquer fundamento apenas com intuito de tentar desconstruir a imagem de uma pessoa.O deputado Pedro Bigardi vem desenvolvendo um trabalho muito sério através de seu mandato em favor de toda a população jundiaiense e esse reconhecimento é constante nas ruas e nos eventos onde o deputado comparece. O blogue é uma meio de levar a população o seu trabalho, pois é sabido que a nossa imprensa não publica uma só linha em assunto que envolve o deputado Pedro Bigardi. O escritório é um local onde qualquer pessoa é recebida e ouvida tendo seus pedidos encaminhados para atendimento. Tanto é visível que o senhor sabe de tudo e está tão incomodado quanto aqueles que estão no desmando desta cidade. Caso queira apresentar alguma sugestão ou mesmo algum pedido utilize esses canais que o senhor critica.

André Lux disse...

Já está chegando às bancas a terceira edição da Folha de Jundiaí. Peça ao seu jornaleiro!

Confiram o jornal virtual:
http://folhadojapi.blogspot.com/2011/04/edicao-3.html

Anônimo disse...

Ao Anônimo das 16 de abril de 2011 17:13horas.

O Pedro Antonio Bigardi reune todas as capacidades de ser o prefeito de Jundiaí.

O cara é bom, decente, honesto, e mais alguns adjetivos, mas é ser humano e precisa de nosssa ajuda para ser nosso prefeito, pois nós lutamos contra o DINHEIRO.

Cidadãos e cidadãs de Jundiaí: Não tenham ilusão,

1- o Pedro tem que que querer;
2- 0 Pedro tem que aparecer;
3- O Pedro tem que mostrar o PCdoB;
4- O Pedro tem que recrutar lidereres de bairros;
5- Se quer, É NÓIS NA FITA.
6- Se não, beleza. Entendemos e vamos para outra

- MAS FALA LOGO!

Vai ao São Camilo e pergunta para para a alguém de lá se o Pedro foi lá, mesma coisa no Guanabara, idém Jardim do Lago, idém, idém Santa Getrudes...etc.

O cara está em dívida, não vai nem a pau,

Se manca meu eu sou povão....

O Pedro é meu prefeito, mas tem que vir aqui e nos ver.

PCdoB é povo, que p...ra é essa? Tá de brinacadeira? Eu quero é mudança...

Anônimo disse...

pra mim político q envolve Deus em seu discursso só pode ser uma besta, quem disse q Deus está envolvido na miserável existência humana de egoístas vaidosos desta maioria q infesta o poder público , as igrejas, a imprensa, fazendo deste País a maior piada na história da Humanidade, seus babacas xiitas, fascitas, racionários, Deus tem muito mais pra fazer do que se bode espiatório de suas insignificante e repugnante existência.
isso serve pra todos os imbecis q levam Deus para lugares féditos como a câmara municipal.

Anônimo disse...

Pois bem, veja o que disse o Frade Demetrius dos Santos Silva.

“Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas…
Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!
Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.
Não quero mais ver a Cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.
Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.
Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.
É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos”.

Anônimo disse...

Senhor anônimo das 21.49 horas.

Seria muito bom se o senhor fizesse essa cobrança que faz do deputado estadual junto aos vereadores de nossa cidade, pois dele é o papel da atenção mais direta nos bairros para levar os reclamos da população e também fiscalizar e cobrar as medidas do executivo, mas que pelo se observa essa camara sim é invisível. É claro que o deputado gostaria de estar permanentemente junto ao povo, mas isso é praticamente impossível em função das inúmeras tarefas que um deputado estadual tem de executar, uma vez que as demandas não são apenas de sua cidade mas além da região também outras cidades que contam com a ajuda do deputado por ser um bravo defensor de algumas bandeiras de interesse dessas cidades. é só o senhor acompanhar pelo blog e poderá constatar o trabalho do deputado em favor da população jundiaiense principalmente na área da saúde, educação e do trânsito, sem descuidar de outras demandas também importantes. Tenho acompanhado o desempenho do deputado Pedro Bigardi através do seu blog e também quando o encontro nos eventos que participa e me sinto muito feliz por ter confiado o meu voto a ele. Quiçá tivessemos mais políticos como o Pedro Bigardi.

Anônimo disse...

CONCORDO QUE SE O PEDRO BIGARDI FICAR SOMENTE NO BLOG E ESCRITÓRIO O MIGUEL VAI DEITAR E ROLAR.

TEM QUE IR PARA PERIFERIA. O PEDRO BIGARDI CONSEGUE SEMPRE 35% DOS VOTOS. E OS OUTROS 16%(OU MAIS),ONDE ESTÃO? NO BLOG NO ESCRITÓRIO?

AS PIZZAS JÁ ESTÃO CIRCULANDO.

UMA VISITINHA RÁPIDA DE CORTESIA, UMA PASSADINHA NAS FEIRAS, UMA VISITA NAS UBS, ETC.

QUIÇA TIVESSEMOS MAIS PEDRO BIGARDI PARA VOTAR.

ENQUANTO ELE FOR CANDIDATO EU VOTO, MAS O POVÃO NÃO VOTA EM QUEM SÓ APARECE NO DIA DA ELEIÇÃO.

ACORDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ANDEM PELA PERIFERIA E COMPROVEM.

Anônimo disse...

O ARY FOSSA NÃO PRECISA DE ESCRITÓRIO. NÃO VAI FAZER NADA MESMO. O MACHADINHO SÓ VAI APARECER NO JJ E JC E COMPRAR ESPAÇO NOS JORNALÕES DE SP.

O ADVERSÁRIO É O MIGUEL. O PEDRO TEM QUE COMEÇAR APARECER DESDE JÁ.

É SÓ PENSAR!!!!! O LULA PERDIA UMA CHANCE DE SE JOGAR NOS BRAÇOS DO POVÃO?

PERIFERIA PEDRO, PERIFERIA OS VOTOS ESTÃO É LÁ.

Anônimo disse...

"Ouviram do Ipiranga ás margens plácida...."

Um certo dia o Interino comentou no elevador do Paço Municipal, que NÃO dependia dos votos dos servidores para ganhar eleição.
Como a vida dá volta né?
Agora pensando nesses votos ele convida os funcionários todas as sextas feira para o programa "Passar fome com o prefeito" às 08:00 da manhã e em seguida dar uma volta pela cidade onde ele mostra as OBRAS.

Cara de pau né???

Anônimo disse...

Ele devia passar na publicidade