quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O BOM E VELHO ARAKEN TEM RAZÃO ! ! !

Colocações do arquiteto Araken Martinho sobre a revisão do Plano Diretor: " Está muito na correria "; " Não vejo necessidade dessa pressa, até por que há diversas incongruências nas sugestões apresentadas "; " A Comissão só recebeu a última versão desta revisão 10 dias atrás "; " Não podemos deixar Jundiaí se transformar em cidade-dormitório ". Estão corretas estas colocações do presidente da Comissão do Plano Diretor, arquiteto Araken Martinho. Afinal de contas o Plano Diretor é que regula a vida da cidade. Mas infelizmente este plano tem sido usado, há 20 anos, pelos coronéis tucanos de Jundiaí para que seus empreendimentos imobiliários resultem em altos lucros. Não é por acaso que o prefeito interino e um ex-prefeito ligado à agricultura se transformaram nos últimos tempos em grandes especuladores imobiliários neste município. Para que isso se realizasse, eles sempre fizeram tramitar as leis que regulam o setor a toque de caixa, na base da correria. Isso para que não haja tempo de ocorrerem debates e, assim, aprovarem tudo de maneira a favorecerem os seus negócios particulares. Está correto o Presidente da Comissão do Plano Diretor. Deverão existir muitas discussões e com tranquilidade para que os interesses da cidade como um todo sejam atendidos e não a sanha por dinheiro de meia dúzia de espertalhões que se julgam donos de Jundiaí.

7 comentários:

Anônimo disse...

O Araken por acaso nao e um deles?
pelo menos e assessor da prefeitura, nao é?

paulo ricardo chenquer disse...

aquela construção da mrv, na ponte são joão, por exemplo, é injustificável. o mesmo em relação à 14 de dezembro. lamentável, impacto no trânsito incalculável.

KALANGO DOIDO disse...

Nossa cidade é administrada por incompetentes em área técnica. Aliás podem até ter alguma qualificação profissional, mas de nada serve, a colocam em prol dessa corja que se apossou de Jundiaí e com algum benfício próprio.
Nossa cidade tem sido loteada de forma totalmente desorganizada, querem cada vez mais só fazerem loteamentos, e sempre feito pelas empresas da corja ou que servem a eles, pois para de fora, só se pagar muito dinheiro para entrar aqui, que diga a MRV!!! Alguém conhece outra empresa de fora loteando aqui? Não me venham contar as daqueles loteamentos no gramadão que tem endereços de SP, localizados em apartamentos na região da Washington Luiz, que não passam de laranjas!!! Loteamentos em Jundiaí somente para atender ao bolso da corja, pois destinado a população trabalhadora, só um amontoados de casas, cada vez mais longe do centro ou de áreas tidas como nobre!!! Jundiaí tem crescido por fora, mas cade a infraestrutura, não temos malha viária suficiente, águá potável não será suficiente, esgoto não conseguirá captar e nem tratar todos os dejetos, energia elétrica é insuficiente. Quando todos esses condomínios, quer sejam de prédios, quer sejam de casas, tiverem suas moradias ocupadas, e 50% dessas se utilzaram dessa "infraestrutura" de mer... que Jundiaí oferece, nossa cidade entrará em pane, toda a população irá sofrer as consequências!!! E quem irá pagar a conta? Lógico, como sempre a população!!! E ai mais uma vez eles estarão lucrando, entrarão as empresa desses ou dos amigos para reformarem Jundiaí, também acarretará em maiores taxas!!! Vejam a porcaria que é SP, que cresce desordenadamente, alguém deseja isso pra nossa cidade???
Mas nos temos o Deputado Pedro Bigardi que é um urbanista!!! E então nobre deputado o que o Sr. tem a dizer sobre o crescimento desordenado de nossa cidade??? Talvez o Sr. não me responda por eu usar um pseudônimo, mas atrás de mim tem quase 400.000 habitantes, inclusive os da sua familia que serão prejudicados, então já passou da hora do Sr. tomar alguma atitude e colocar um freio na destruição de Jundiaí!!!

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

Anônimo disse...

Tiveram cinco anos... como assim não tiveram tempo, não pode ser na correria? Esse povo todo cobrou alguma coisa antes por parte da prefeitura? A lei é clara: revisão a cada cinco anos, e a comissão do plano, os engenheiros, os arquitetos e outros, poderiam ter cobrado que desde o início de 2009, pelo menos, fosse apresentado alguma versão. Ninguém cobrou nada. Então falta de tempo não pode ser um discurso factível.

Mas o que o Araken, Panizza e outros acrescentaram no "novo Plano" para conter essas MRV's de se instalarem sem impacto de vizinhança? E o shopping Morumbi e Iguatemi, virão sem nehum EIV aprovado na cidade? Porque eles não colocaram nada no Plano Diretor sobre isso???

Anônimo disse...

Onde estão os Conselhos, cadê?????

Baco de Litre disse...

Plano Diretor significa plano DO diretor.
Ele tem terra?