segunda-feira, 26 de outubro de 2009

DOLO MALO PACTUM SE NON SERVATURUM ! ! !

" O QUE FOI PACTUADO COM FRAUDE NÃO SE MANTERÁ ". Caros blogueiros. Esta frase latina reflete claramente o momento político que vivemos em Jundiaí. Diante disso, vamos contar um fato que ocorreu neste fim de semana. Sábado à noite, antes de dormirmos, ajoelhamos ao lado da cama e rezamos para que tivessemos forças para cumprir uma missão quase impossível na manhã de domingo. Rezamos, rezamos muito e fomos dormir. Domingo acordamos bem cedo para o trabalho que tínhamos a fazer. Novamente pedimos aos céus muita força, luz e proteção para executarmos esta tarefa. Logo cedo nós teríamos um compromisso que exigiria um altíssimo sacrifício de nossa parte: Ouvirmos os programas dominicais nas rádios locais. Sem dúvida nenhuma um suplício extremo. Tudo isso com apenas um objetivo: Sabermos se alguma autoridade pública teria a dignidade de dar explicações à cidade sobre a farsa do Hospital Regional. Para piorar a nossa tortura, estava presente, em um destes programas, um ex-prefeito ligado à agricultura. Com o palco pronto, o show começou. Com todo aquele aparato já muito conhecido, o âncora do programa começou a elogiar o ex-prefeito. Dizia inicialmente que a cidade só começou a progredir após a gestão do tal político. Aí nos lembramos que, quando este político ligado à agricultura foi prefeito, ele e o então vereador Miguel Haddad fecharam a Faculdade de Medicina de Jundiaí por acharem que o custo era alto e a escola era inútil para a saúde do município. Mas continuamos prestando atenção na cantilena. De repente foi falado que o tal político ligado à agricultura modernizou a administração pública e seu funcionalismo. Aí nos lembramos que, quando o tal político foi prefeito, ele desviou R$40 milhões do extinto FUNBEJUN, que quebrou, para obras da nova represa. Além de um ato ilegal, pois este dinheiro deveria ser apenas para o pagamento de aposentadorias e pensões, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, na época, rejeitou as contas da represa por detectar um superfaturamento nas obras de barragem de 320%. O programa se aproximava do final. Nós suávamos, tal o sacrifício físico e mental em ouvir tudo aquilo. E da farsa do Hospital Regional, ainda nada. Então, já no final do programa, o ex-prefeito disse que a Rede Paulista de Televisão estava prestando enormes serviços para a cidade através das informações que divulgava. Aí nos lembramos que, quando o ex-prefeito foi deputado federal, ele desarquivou e tentou aprovar na Câmara dos Deputados a chamada "Lei da Mordaça", um texto digno dos tempos da ditadura onde restabelecia a censura à imprensa e ao Ministério Público. Bem, meus amigos, nossas preces foram atendidas e tivemos forças para ouvirmos até o fim todo aquele teatro de absurdos. Nada. Nenhuma palavra. Nenhuma vírgula. Nenhuma frase. Não deram nenhuma satisfação à cidade sobre a mentira, sobre a farsa do Hospital Regional desmascarada pelo próprio governador José Serra. De qualquer maneira, valeu todo o nosso sacrifício. Afinal de contas, depois desta manhã de domingo de sofrimento, nós estamos mais leves pois pagamos uma quantidade enorme de nossos pecados só em ouvirmos todas aquelas barbaridades emitidas pelos microfones jundiaienses. Assim sendo, ficamos com muito menos contas a prestar ao Altíssimo. AMÉM !!!

6 comentários:

Con Tratante disse...

No programa do ex-secretário de comunicações, na manhã de hoje, procuraram, de todas as formas, por na do cerra a negativa do ospitau regionau. A culpa é dele e não do ari. A culpa é dele e não do miguelito. Tão armando mais uma pro tio ari, a ce tão!!!
Por falar em armando, na av. são joão, 542, havia lá uma bela casa com belas árvores. Quem é amigo deles pode podar o que quiser que não há problemas. E ainda construir em cima.

Anônimo disse...

Um Medico roubou no Hospital São Vicente .... da para acreditar roubou R$ 170,00 De um ajudante Geral

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1146684-7823-MEDICO+E+PRESO+EM+FLAGRANTE+EM+JUNDIAI,00.html

pelo menos neste caso só foi uma vitima e R$ 170,00 bem menos que os R$18.000.000,00 dos cofres públicos para a Desapropriação para o "bem publico" de um certo Hospital Regional que sgundo um certo governador, não sairá do papel, e com 350.000 vitimas .... ah desculpem 349.000 vitimas , o resto são CCs

Priscila disse...

é o nobre deputado Roberto Freire ficou em saia justa ao participar do roda viva hoje

Zina disse...

Para os jundiaienses :
TOME VANESSA DAMO !!!!!!!!!!!!

ComunistA do PCdoB disse...

César, uma perguntinha: há explicação do porquê, a DAE sendo S/A, não trabalhou no dia do funcionário público?

J.B. disse...

Por falar em DAE, acho que alguem por lá "cheira cloro"!!! P.Q.P gente!!! Aqui nas imediações da Ponte Torta ninguem mais aguenta, haja agua mineral!
O cheiro de cloro na agua é tão forte, principalmente de manhã, que da até enjoo.Todo dia a mesma coisa!Se voce reclama,eles mandam uma mocinha com uma maletinha ir até a sua casa, e fazer um teste num vidrinho.Aí a agua fica azul e ela te diz "senhor, os níveis estão dentro dos padrões e a agua esta própria para o consumo, devem ser algas na sua caixa dágua". Vai a merda, mas nem que eu morasse na beira da represa dava pra ter algas em casa. Fala sério!O chão do box já esta esbranquiçado de tanto cloro, o cabelo fica duro e os olhos ardem na hora do banho.Da pra sentir o cheiro de longe...E a bonitona diz que não percebeu o cheiro forte concluindo, "acho que o sr. é um pouco mais sensivel". Tenha dó! Já me cansei de ligar e reclamar, e paguei "in off" um funcionario deles para vir limpar a minha caixa dágua, que já estava bem limpa por sinal. Resultado, não havia alga nenhuma e o cheiro de cloro continua "brabo". Quer botar, bota, mas não exagera minha gente..., e não comprem mais cloro chines porque é uma droga...