terça-feira, 29 de setembro de 2009

SENADOR FAZ O RETRATO DE JUNDIAÍ ! ! !

17 comentários:

Anônimo disse...

PROCESSO: AI Nº 11487 - Agravo de Instrumento UF: SP
JUDICIÁRIA
MUNICÍPIO: JUNDIAÍ - SP N.° Origem: 2668
PROTOCOLO: 145932009 - 06/07/2009 16:50
AGRAVANTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) - MUNICIPAL
ADVOGADO: APARECIDA RODRIGUES DAS NEVES
ADVOGADO: VLADIMIR AURÉLIO TAVARES
ADVOGADO: ALBERTO LOPES MENDES ROLLO
ADVOGADO: ALEXANDRE LUIS MENDONÇA ROLLO
ADVOGADO: ALBERTO LUIS MENDONÇA ROLLO
ADVOGADO: ARTHUR LUIS MENDONÇA ROLLO
ADVOGADO: MARIA DO CARMO ÁLVARES DE ALMEIDA MELLO PASQUALUCCI
ADVOGADO: MARIÂNGELA FERREIRA CORRÊA
ADVOGADO: JULIANA DE MATTOS GARCIA
ADVOGADO: JOÃO FERNANDO LOPES DE CARVALHO
AGRAVADOS: MIGUEL MOUBADDA HADDAD
AGRAVADOS: LUIZ FERNANDO ARANTES MACHADO
ADVOGADO: MARCELO CERTAIN TOLEDO
ADVOGADO: RICARDO PENTEADO DE FREITAS BORGES
ADVOGADO: FABIANA DE SOUZA DIAS
ADVOGADO: ELISANDRA CARLA FURIGATO
ADVOGADO: FRANCISCO OCTÁVIO DE ALMEIDA PRADO FILHO
ADVOGADO: AMÍLCAR LUIZ TOBIAS RIBEIRO
ADVOGADO: EDUARDO MIGUEL DA SILVA CARVALHO
ADVOGADO: PRISCILA PIRES BARTOLO
AGRAVADOS: COLIGAÇÃO CONSTRUINDO O FUTURO (PSDB/PT do B/PSC/PTN/PMDB/PV/PTC/PTB/PRTB/DEM/PRTB/PRP/PR/PP/PSDC/PRB/PMN/PSL/PHS)
RELATOR(A): MINISTRO FELIX FISCHER
ASSUNTO: AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL - CONDUTA VEDADA A AGENTE PÚBLICO
LOCALIZAÇÃO: GAB-FF-GABINETE - STJ - FELIX FISCHER
FASE ATUAL: 29/09/2009 20:23-Enviado para CPRO. Com decisão

Anônimo disse...

OLHA SÓ O FINALZINHO DO DR FELIX NA SUA DECISÃO MONOCRÁTICA

Ora, o e. Tribunal a quo entendeu, com base nas provas dos autos, que não houve utilização indevida de bens e servidores públicos. Desse modo, é inócua a discussão sobre a existência ou não de potencialidade, pois esta pressupõe logicamente o reconhecimento dos fatos que supostamente caracterizariam a conduta ilícita.
Ante o exposto, nego seguimento ao agravo de instrumento, nos termos do art. 36, § 6º, do RI-TSE.
P. I.
Brasília, 28 de setembro de 2009.
MINISTRO FELIX FISCHER
Relator

DÁ PARA CRER

Priscila disse...

olha para quem acompanha TV justiça eu posso dizer que se esse processo não for a júri ele sera arquivado, ontem apos um deputada quase ter perdido o mandato ela só não foi devido seu advogado ter feito sua defesa bem fundamentada nas contradições dos autos.Não me conformo que esse processo que possui provas condundentes possa vir a ser arquivado.Então quer dizer que o Miguel foi a Brasilia e mexeu bem seus pauzinhos.É camaradas uma coisa é certa a minha ladainha com certeza podera ser de muita gente amanhã se esses larápios continuarem aí,e como sempre disse políticos são todos um balaio de gato na hora se misturam num angu só.O bolo que todos querem acabam sendo dividido em comum acordo,acordem ninguém é contra ninguém apenas vivem fazendo trocas de situações,ou seja hoje é minha vez de ficar no poder da próxima sera a sua.E o circo tem que haver e o palanque sempre sera armados para que nos os palhaços podemos ser apresentados ao público repleto de políticos sorrindo.

Por isso enquanto houver desunião entre o povo e so uma minoria de Cesar tentarem fazer o que deveria ser de uma maioria o espetaculo continuara.

Cesar abraços e aqueles Brasileiros cansados das injustiças e aos PCCs da vida dale salvas pois são unidos e marcam seus territórios sem medo enquanto nos nos acovardamos.

Priscila disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Na condição de leiga em Direito, enquanto matéria jurídica, sugiro que detalhem para os blogueiros, os termos técnicos, acessíveis apenas para os bacharéis e advogados, para que possamos acompanhar as decisões. Nesta, por exemplo, está esgotado o trâmite? De que ação se trata? É a do uso abusivo da Guarda Municipal? Quanto ao parecer do relator, nenhum espanto. Em Jundiaí as ações ilegais e imorais, passam por crivo particular, diferente das demais cidades do Brasil, quiça do mundo, ou do planeta. A certeza da impunidade é que sustenta os desmandos pela elite dominante. Sou radicalmente contra o abuso que reina há 20 anos entre nós, mas não acredito em mudança. Sinto por pessoas feito você César, e peço a Deus pela sua proteção.

Anônimo disse...

César, explique para os menos sábios do Direito o que foi esse pronunciamento no processo feito pelo ministro Félix Fischer. Será que o interino já está escapando de mais essa?

cesar tayar disse...

Não terimna aí não. Recebemos informações, hoje pela manhã, que os advogados estarão entrando com recurso no próprio TSE contra a decisão monocrática do Ministro. Este recurso, segundo os advogados, será para levar o processo para julgamento no plenário do tribunal. Alí serão apresentadas as provas cabais da participação da Guarda Municipal na campanha de Miguel Haddad.

KALANGO DOIDO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
PRISCILA disse...

EM OUTROS PROCESSOS QUE HOUVE DUVIDA NO TSE OS MINISTROS PEDIRAM VISTAS DOS MESMOS.PODE SER QUE ISSO ATÉ OCORRA.MAS O MIGUEL TEM TANTO PODER ASSIM,OU ELE TEM PADRINHOS QUE FOGEM DA ESFERA ESTADUAL?

Anônimo disse...

Grata pelo esclarecimento. Continuamos na expectativa de que o plenário seja justo,imparcial, mantenha coerência entre as provas e a legislação eleitoral e derrube o parecer do relator. O próprio comandante deve acreditar num resultado desfavorável prá eles, considerando a preocupação demonstrada em data próxima ao fato. Apesar da discrição dos que o rodeavam, deu prá notar.

Anônimo disse...

O sonho do povo sério e consciente de Jundiaí está se realizando em outras cidades, mas nossa vez vai chegar, acreditem.
___________________________________
TRE do Ceará cassa prefeito tucano


Por compra de votos, o TRE decidiu ontem pela cassação de Chagas Mesquita, prefeito de Santa Quitéria. É o primeiro chefe de Executivo, eleito em 2008, cassado pelo TRE. Tiago Coutinho
Chagas Mesquita (PSDB), prefeito de Santa Quitéria (a 222 quilômetros de Fortaleza), foi o primeiro prefeito, eleito em 2008, cassado em segunda instância pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). A sentença foi definida ontem, por quatro votos contra dois, durante a sessão do TRE. A Prefeitura de Santa Quitéria, após a publicação da decisão da Corte, ficará sob os cuidados do presidente da Câmara Municipal, José Francisco de Paiva (PSDB). O TRE terá cerca de 20 a 40 dias para convocar novas eleições no Município.
Chagas Mesquita teve seu mandato cassado, em primeira instância, em maio deste. O Ministério Público, em Santa Quitéria, apresentou denúncia de que o prefeito teria recorrido a compra de votos, nas vésperas das eleições municipais do ano passado. Um carro particular, com documentos de Chagas Mesquita, foi apreendido por uma blitz do TRE. Uma quantia, em espécie, de R$ 13.384 foi encontrada dentro do veículo. Havia também uma lista com nomes de eleitores e benesses que, supostamente, cada eleitor deveria receber em troca do voto. Entre os “agrados”, havia dentaduras, pneus de bicicleta e botijões de gás, além de consultas médicas e obturações dentárias. Depois da decisão em primeira instância, houve recurso ao TRE, que, ontem, decidiu pela manutenção da cassação. De acordo com o procurador regional eleitoral, Alessander Sales, o prefeito ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas o procurador destaca que o recurso não terá efeito suspensivo - ou seja, ele terá de recorrer fora do cargo, a não ser que consiga liminar no TSE, o que Alessander avalia como improvável.
>> O POVO tentou localizar o prefeito Chagas Mesquita (PSDB) na noite de ontem, mas não localizou seu telefone. Os telefones da Prefeitura não atendiam. O Povo.

Anônimo disse...

parece que as idas de MH áBrasilia com a descula de ir buscar recursos federais...estão rendendo...que vergonha...

José F. Costa disse...

Caro Cesar, já deu para ver como as coisas estão sendo encaminhadas no TSE.
Infelizmente ...

Anônimo disse...

e eu que acreditava no TSE... que lesada que sou...

Anônimo disse...

Sabem, camaradas, às vezes me pilho pensando se não é exagero de nossa parte todas as acusações que fazemos contra o interino.
Afinal, parece que só nós e o dignissimo Stradioto é que acreditamos nisso.
No TRE, ninguem achou nenhuma irregularidade nas ações dele.
O Felix Fisher também não.
Vai ver, estamos sendo injustos com o digno interino.
Já estou até com pena dele, por tamanha perseguição.
Vai ver ele quer, sinceramente, trabalhar em prol da comunidade, e nós estamos só atrapalhando...
Vou falar com ele, e ver se posso dar uma mãozinha, pra ver se ele se anima.
Ra, ra, ra...
Sua vez vai chegar, cara pálida. Espere, e verá!

Dedo Duro do PSDeuBola disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
priscila disse...

Os poucos honestos acabam se acovardando e tendo rabo preso.