segunda-feira, 28 de setembro de 2009

ENQUANTO ISSO, EM BRASÍLIA ....... ! ! !

12 comentários:

Priscila disse...

dia 07 data independência 25 2003 outra data deixa para lá Deus sabe.
Até parece uma Priscila de calça a diferença se na só na profissão mas do resto.Seu passado me condena mãe prendas domésticas po nem pai meu (tem mas é omisso)filho tem então meu filho podera ser um Joaquim quem sabe.

Anônimo disse...

É, camaradas: se depender SÓ dele... e se houver outros como ele - que eu creio que haja... então, Sr. interino, já pode ir limpando as gavetas - as quais devem estar cheias de "papéis importantes".
O divertido vai ser acompanhar a saga de uns e outros batalhando pela sobrevivência com as "qualificações" e "especializações" que possuem.

Budu 65.444 disse...

É lamentável o racismo surdo e dissimulado que ainda há em nesta sociedade: ainda me perguntam se o Addonay é meu neto ou se é adotado. E ele vai fazer no próximo dia 30/11 dez anos! Oxalá mais negros consigam (sem nenhuma cota, por favor) outros postos de destaque para que um dia deixemos que notar isto e que, sim, nos preocupemos com outras coisas. Este é um dos pontos em que o Comunismo destaca-se.

Anônimo disse...

Sim, sim, e um P... exemplo.
Sou negra e lamento que muitos talentos iguais ao Ministro Joaquim estão sendo desperdiçados, não só pelo Poder Judiciário, mas pela mídia, no Ministério Publico, nos bancos onde só se vê negros servindo café, na faxina ou naquela maldita porta giratória. Descaso e desrespeito, com os negros e com o ser humano, porque não há diferença entre os seres. Em uma palestra fiquei sabendo até que as mulheres negras recebem menos anestesia que as brancas. Pode???? Nos temos menos sessões de pre-natal que as brancas. Qual a diferença, só pela cor da pele? Os brancos deveriam passar uns dias na pele de um negro para saber o quanto sofremos, até com palavras, como nuvem negra, denegrir, lista negra e outros desaforos. Chega disso. Fico muito revoltada mesmo quanto se toca no assunto. O Clube 28 fez 112 anos ontem e cadê a mídia para divulgar o fato histórico em Jundiaí? E os políticos que só lembram do negro quando de aproximam as eleições. Não é para revoltar?

Anônimo disse...

Acostumado a lutar para conseguir ser respeitado, mantém o tom ao enfrentar representantes da elite racista e machista que demonstra muito medo da competência daqueles que rejeita. Nós, que fazemos parte das minorias, só temos espaço quando vamos buscar, e o obtemos quando a disputa não inclui seleção pessoal por alguns que até se dizem cristãos, mas que demonstram em atitudes, a face dura e cruel do racismo. Finge que não vê, aquele que apesar das características, afirma nunca ter sido vítima de preconceito. Até o resultado de eleições seja para qual for o cargo, é previsível quando entre os candidatos há um negro, piora quando se trata de uma negra. O racismo está instalado na sociedade, da escola à igreja, do emprego privado ou cargo comissionado, ao clube, das direções de associação à vizinhança residencial. Precisamos é ensinar nossos descendentes que são iguais perante a lei de Deus e dos homens, para não se deixarem humilhar pela hipocrisia dos que se julgam melhores por causa da brancura da pele.

Anônimo disse...

Com certeza o anônimo aí de cima sofreu literalmente na pele a agressão racista dos descendentes de escravos que negam a origem porque desbotados pela falta de sensibilidade, são mais brancos do que os que garantem a maioria dos sub empregos em favor dos que carregam a negritude por dentro, inclusive no coração. Homens como o Ministro Joaquim Barbosa, nomeado pelo Presidente LULA, vítima de preconceito social, sabe o quanto deve honrar a posição que alcançou, daí a sua indignação.

Anônimo disse...

ANITA GARIBALDI DIZ:

"UMA CONFRATERNIZACAO DA LUTA CONTRA O PRECONCEITO DO PASSADO"

FRASE DA SENHORA KELIN PRESIDENTE DO CLUBE 28 NO JORNAL BOM DIA.

EXELENTE EXPRESSAO.

CONFRATERNIZAR, COMEMORAR UM ACONTECIMENTO, UMA LUTA QUE HOUVE NO PASSADO CONTRA O RACISMO.

HOJE O PRECONCEITO AINDA EXISTE, MAS NAO É UM PRECONCEITO RACIAL E SIM SOCIAL.

HOJE A QUANTIDADE DE NEGROS NO ALTO ESCALAO DO GOVERNO, NAS ESTATAIS , NAS EMPRESAS PRIVADAS DE GRANDE PORTE OU NAS MULTI NACIONAIS , SAO TANTOS QUANTOS A DOS BRANCOS DE CLASSE MEDIA BAIXA.

SÓ CHEGA LA MESMO , AQUELE QUE ATIRA SUA FLEXA E ESCALA SEUS OBJETIVOS.

POR ISSO QUE DEVEMOS ASSUMIR A EDUCACAO DOS NOSSOS FILHOS, INVESTIR NELES NEM QUE PARA ISSO FIQUE NOSSO CORO, E NAO DEIXAR A EDUCACAO DELES POR CONTAS DOS HADDADS , MACHADOS ARIS, E TAO POUCO LULAS.

DEVEMOS TOMAR AS REDEAS DOS NOSSOS FILHOS E DA NOSSA FAMILIA, FAZER O BARCO CORRER EM AGUAS LIMPAS E NAO SÓ CULPAR O GOVERNO POR ISSO.

QUAL A DIFERENÇA DO FILHO DE UM NEGRO E DE UM BRANCO POBRE?

NAO GOSTO DESSA CHORADEIRA POR CAUSA DE COR, ISSO PARECE APELO DE QUEM NAO TEM O QUE APELAR.

A MULHER FOI A CRIATURA MAIS DESCRIMINADA , MAS JUDIADA, SURRADA ESPANCADA VIOLENTADA, E LUTA, LUTA COM DIGNIDADE LUTA PELO PODER PELA LIDERANÇA, E É ELA A REPONSAVEL PELOS BONS HOMENS E ATE PELOS TRASTES QUE EXISTEM NA FACE DA TERRA.

AS COTAS PARA NEGROS , ISSO SIM FOI A MAIOR DESIGUALDADE HUMANA , ESCANCARADA QUE JA VI.

ISSO SÓ PREVILIGIOU A ELITE NEGRA, POIS OS NEGROS DA FAVELA, DA POBRESA , NAO TEM ACESSO NEM AO ESTUDO FUNDAMENTAL QUE PRESTE, COMO ELES VAO ENFRENTAR UMA FACULDADE SEJA LA E QUE CURSO FOR?

POR ISSO ACHEI MUITO INTERESSANTE ESSE RECONHECIMENTO DA DRª KELLIN EM DIZ " PRECONCEITO DO PASSADO"

ELA TAMBEM DISSE QUE IRA RETOMAR O ESPAÇO DO CLUBE 28 NA SOCIEDADE, MAS ATÉ ONDE EU SAIBA O CLUNE 28 NUNCA FOI RETIRADO DOS NEGROS, ESSE CLUBE FOI SIM ABANDONADO PELO NEGRO, DEIXADO DELADO, HOUVE FOI DESINTERESSE DO PRÓPRIO NEGRO.

VAO DIZER QUE O PREFEITO NAO CUIDOU?

E AS VERBAS DOS BAILES NUNCA DEU PRA INVESTIR NO CLUBE? PINTAR DEIXAR UMA BELA FACHADO, ARRUMAR TELHADO , ARRUMAR O FORRO QUE ESTA QUASE CAINDO?

ME PERDOEM A SINCERIDADE, COMO ACHO AQUI UM ESPAÇO DEMOCRATICO É QUE TOMO A LIBERDADE DE DIZER QUE O QUE HOUVE COM O CLUBE 28 FOI PURO RELAXO E DESLEIXO.

OBRIGADA DRª KELIN POR RECONHECER QUE O PRECONCEITO RACIAL FOI DO PASSADO.

E QUANTO AOS NEGROS QUE NAO FORAM ELEITOS , FOI TALVEZ PORQUE NAO TIVERAM PLANO DE GOVERNO, O OBAMA QUE O DIGA

OBRIGADA MAIS UMA VEZ A DRª KELIN, PELO COMPORTAMENTO JUSTO

priscila disse...

Ai dona Anita a senhora é negra se não o é fez jus a defesa deles,pois todo negro que se auto valoriza e valoriza sua raça vai a luta sem choradeira e prova que não precisa nem de cota e que é capaz tanto quanto nos brancos que também sofremos vários tipos de discriminações.Veja meu filho não é negro e foi humilhado,constrangido e ameaçado por outros brancos,e a histórias familiar do Ministro é bem parecida com a minha e se Deus quiser e como ele meu filho seguira o exemplo do Negro Joaquim que chegou aonde chegou com bravura e ao meu filho disse que não é porque ele sofreu tudo isso e que sera um viciado ou bandido é só fazer o que o cidadão de bem indiferentemente da cor fez,segui a diante.

Quanto ao vinte oito de fato ficou ao Leo que nem o tejuza de Indaiatuba que lá na década de 80 só negro entrava mas eu ia lá e não tinha problemas.OLHA COMO SOU UMA BRANQUELA AZEDA QUE GOSTA DE UM BAILE ONDE SÓ HAVIA NEGROS,ISSO FOI A UM PASSADO BEM DISTANTE.Hoje o que temos é maldade e não discriminação.

Anônimo disse...

Contra fatos não há argumentos. Recomendo a navegação pelo site www.comciencia.br que abriga o artigo "População negra no mercado de trabalho".
Saliento a importância da leitura e análise pelas mulheres blogueiras que se manifestam no seu blog. Sem radicalismos, apenas a realidade apontada nos artigos do site, demonstram a verdadeira face do tratamento aos negros e às mulheres deste país. Da minha parte, sem querer polemizar, chorar nunca foi a saída, mas lastimar a pequenez dos que ainda medem o valor das pessoas pela cor da pele, ah isso me permitam por favor.

Anônimo disse...

Pegunta: este ministro faz parte do TSE?

cesar tayar disse...

O Ministro Joaquim Barbosa é um dos que julgará os processos de Miguel Haddad. Ele é do Supremo Tribunal Federal e também do Tribunal Superior Eleitoral.

Anônimo disse...

Ufa!, Tayar. Estou aliviado.