segunda-feira, 24 de agosto de 2009

A CIDADE SAUDÁVEL LADEIRA ABAIXO ! ! !


Segundo pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, que levantou o Índice de Desenvolvimento Municipal, Jundiaí caiu do 19º para o 34º lugar. Esta pesquisa divulgou os valores referentes ao crescimento econômico e a qualidade de vida no país. A cidade caiu 15 posições no IDM, que mede o desempenho das cidades nos setores de emprego e renda, educação e saúde, permitindo avaliar o desenvolvimento humano, econômico e social dos municípios brasileiros. Com esta queda, Jundiaí ficou atrás de municípios como Jaguariúna (5º), Sertãozinho (7º), Santana do Parnaíba (9º) e Louveira (10º). Não bastasse esta queda de qualidade de vida, no projeto de construção do Trem-bala, que uniria Campinas ao Rio de Janeiro, não consta parada em Jundiaí, o bêrço da ferrovia no Brasil. Independente do alto custo da obra, cerca de R$68 milhões por quilômetro construído, Jundiaí não consta do relatório da Halcrow Group, empresa inglêsa líder do consórcio encarregado do estudo de viabilidade. O traçado do trem apenas cortaria a cidade, provocando graves impactos ambientais no município já que seriam desmatados 800 hectares de terra em área de proteção ambiental. Enquanto a cidade rolava ribanceira abaixo, o prefeito interino Miguel Haddad estava realmente muito preocupado em entregar o convite da Festa do Morango para o Governador José Serra, que disse não poder vir. Enfim, meus amigos, este é o conjunto da obra; um triste retrato de uma cidade administrada por péssimos prefeitos nestes 20 anos.

12 comentários:

Tio disse...

Só faltou o Zé Dias na foto.

PRISCILA disse...

Quer saber cesar o povo gosta de festa e pior mesmo que tenha pagar. Ridículo, ficam debaixo de chuva ,se expõe a situações humilhantes e ainda dão lucros para essa corja.Pagam por eventos em lugares públicos que deveriam, ser de graça,e depois saem distribuindo ingressos para quem pode pagar.Digo isso porque meu irmão é capitão e vive ganhando convite para todos eventos que há no município e o povo tem que pagar. Que belo exemplo perder para Louveira que embora eu goste dela mas Jundiaí com toda essa pompa de cidade bem ESTRUTURADA E DESENVOLVIDA É PATÉTICO E VERGONHOSO.

Barrigudo disse...

Como Miguel esta barrigudo. Precisa ir para um Spa.

Anônimo disse...

Sim amigos blogueiros. IDH e Jundiaí caiu assustadoramente, podem crer na mesma proporção de crescimento do IDH dos coroneis jundiaienses, dos apaniguados e empresários da agricultura e construção civil com eles mancomunados. É certo que tudo que angariaram não está em nome deles, mas o resultado é bastante obvio, não precisando muito esforço do intelecto para isso. Olhem para o semblante do Serra e cara de poucos amigos ou de vergonha (se tiver um pouco!) do Miguelito.
Evitentemente que o governador não viria, pois apesar do que tem feito não quer sujar mais ainda sua imagem. Lembram daquele velho ditado "diga-me com quem andas e te direi quem és"? Por falar em empresários mancomunados por onde anda o tal Giasseti hein? Observem que suas "obras" foram e estão sendo cumpridas pela construtora da tradicional familia Be... e da famosa indústria de material plástico, que, coincidentemente cedeu seu homem de RH para a prefeitura. Mistéééério.

Cover do Chalaça disse...

O secretário de Finanças deveria vir a público e explicar porque a família dos carcamanos ("B" de bosta) mora num condomínio de luxo dentro do perímetro urbano e não paga IPTU.Pode até ser legal, mas é algo profundamente imoral. E ninguém na Câmara Municipal - nem mesmo os tais dos dois da oposição - fala sobre esta barbaridade. O que você pensa a respeito, Tayar?

Anônimo disse...

Jundiaí está nas mãos de três empreendedores imobiliários, que tudo podem e que usam o Poder Público para dar sustentação e apoio aos seus negócios particulares. São: a família dos carcamanos de B...; os primos da turma do Miguelito e o pessoal liderado pelo Homem de Plástico. Não existe mais nenhuma área bruta em Jundiaí para ser comprada, pois eles tomaram conta de tudo. E provocaram a valorização absurda dos imóveis na cidade. Agora os carcamanos, com a ajuda do ex-favelado, querem avançar sobre a região do Caxambu, área de manancial.Já o Homem de Plástico vende apartamentos de 157 metros quadrados - uma suíte e dois quartos estilo americano - pela bagatela de R$ 720 mil
financiados. Ou seja: R$4.585,00 o metro quadrado. Dá para construir uma mansão com esta grana. E tem gente besta que compra!

cesar tayar disse...

Caro amigo "Cover do Chalaça", é como diz um velho ditado que está em voga em Jundiaí: Aos amigos tudo; aos inimigos os rigores da lei.

PAULO ALCANTARA disse...

Quem compra esses novos empreendimentos de Jundiaí são uns otários. Jundiaí pratica um dos maiores preços de imóvies do estado de São Paulo, só que com projetos ultrapassados e que não oferecem nada. Vivemos em uma cidade que o povo é ridiculo, pois acha chic pagar caro, mesmo que seja por uma porcaria, isto é come-se mortadela e arrotá-se peru! Estive indo ver apartamentos na subida do Paineras e me ofereceram a cobertura pela bagatela de R$ 680.000,00, um prédio arcaico e sem qualquer infra-estrutura, mas é assinado pelo famoso arquiteto espertalhão que aplica golpes na cidade de apelido "SEBINHO", aquele de bigode e com um monte de mont blanc no bolso e que participa também das falcatruas! Etâ povinho de merda que temos aqui!!!

Cover do Chalaça disse...

Basta ir aqui ao lado, em Sorocaba, para se ter a sensação funesta de como andam as coisas na Terra de Petronilha. Os imóveis lá, se comparados com os daqui e no mesmo padrão, valem quase 50% menos. Isso sem falar que Sorocaba dá aos visitantes a sensação de ser uma cidade limpa, bem cuidada. A gente volta para Jundiaí cabisbaixo. Como pode a vizinha cidade, com orçamento parecido com o nosso, ser tão diferente e para melhor. No aspecto visual, suas ruas estão recapeadas, com sinalização vertical decente, bem diferente do que acontece aqui na terrinha. Exemplo? Passe pela vereador Geraldo Dias, no trecho entre os terminais da Hortolândia e do Cecap e dá prá ver o retrato de uma cidade dirigida sem amor e com desmazelo (Os mais otimistas diriam: peraí, os caras estão pintando as defensas do pontilhão sobre a Variante e mlhoraram a jardinagem. Eu digo: tudo bem, mas é como colocar gravata de seda num cara que está vestindo um terno roto e desbotado).
Enão a gente fica se perguntando: para onde vai todo o dinheiro do Orçamento anual? Se Sorocaba faz, porque Jundiaí não consegue e, pior, aqui as obras quando acontecem vão devagar, quase parando? Demoram meses, atravancam o trânsito, prejudicam o comércio e por aí vai... Quem sabe agora, depois do grande aprendizado na Alemanha, o Miguelito consegue instaurar na terrinha o espírito empreendedor e austero dos germânicos? Ou será que de bom ele só aprendeu por lá a saborear um suculento einsbein mit sauerkraut und kartofeln pure?!? Se gostar de acertar aposte na segunda alternativa (daí talvez o surgimento recente da proeminente barriga do nosso alcaide, antes magérrimo).

Priscila disse...

BARRIGA DE VERME SOLITÁRIA.POIS É TANTO PODRE DENTRO DA ALMA É TANTA SUJEIRA QUE O PRÓPRIO CORPO ESTÁ COMEÇANDO ABSORVER.Ainda vou ver sua alma FEDER.

CESAR COMO TÁ OS PROCESSOS?CARA VO ME ENVOLVER COM A SUJEIRA DA POLÍTICA SÓ PARA INFERNIZAR ESSA CORJA DE LARÁPIOS. COMO ESSA LOMBRIGA GANHOU PRÊMIO DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL ,VAI NA FAZENDA ERMIDA PRO CÊ VÊ MEU SOVACO TÁ MAIS PELUDO QUE A MATA COM MATO.

Anônimo disse...

Nem precisa ser especialista prá conferir o efeito das ações sobre o visual do prefeito interino. O corpo fala, e por mais acostumado que esteja, o peso da culpa está sobre seus ombros. A situação é preocupante prá ele e por consequência prá toda a assessoria, isso também explica a posição vergonhosa de Jundiaí, avaliada em áreas fundamentais para dar destaque para um município. Minha avó dizia e nos convencia com exemplos que não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe.
O trem bala não pode parar em Jundiaí porque não dá tempo de frear. Isso é real e sério. Verifiquem com técnicos de Campinas e São Paulo.

Anônimo disse...

MISSSTÉEEEEERIO!!!!!!!