segunda-feira, 6 de julho de 2009

OS DESCALABROS INTERMINÁVEIS DO TRE ! ! !

São Paulo, 25/6/2009

" O juiz Paulo Octávio Baptista Pereira participou hoje de sua última sessão na Corte Eleitoral paulista. Foi membro efetivo do TRE-SP desde junho de 2007 na classe de juiz federal. Durante a sessão, o presidente do Tribunal, des. Marco César Müller Valente, destacou o brilho da inteligência, a cultura e a sensibilidade do juiz, demonstrados nos julgamentos. O juiz Paulo Alcides Amaral Salles, da classe de juiz de Direito, também saudou o magistrado. Em nome do Tribunal, declarou que Baptista Pereira marcou presença pela cultura revelada em seus votos, destacando sua relevante atuação nos julgamentos. Durante o biênio 2007/2009, período que atuou no TRE, Baptista Pereira proferiu mais de 2 mil votos em julgamentos referentes a eleições gerais e municipais ".

Assessoria de Comunicação Social do TRE-SP



Brilho da inteligência, cultura, sensibilidade nos julgamentos. Ora, será que eles se referiram mesmo ao Dr. Baptista Pereira ? Vamos aos fatos. No dia 16 de junho último, o Ministério Público Federal defendeu, no plenário do TRE-SP, o direito de presos provisórios poderem votar. O MPF argumentou que esta regulamentação já está em vigor no Estado do Rio Grande do Sul e que este direito é garantido pela Constituição Federal. Disse ainda o MPF que o estado gaúcho é pioneiro em muitas questões jurídicas, principalmente em matéria penal.

Na hora do voto, o juiz Paulo Octávio Baptista Pereira fez colocações profundamente lamentáveis, muito longe do mínimo de equilíbrio que um magistrado deve ter no momento de julgar. Vamos às pérolas do nobre desembargador:

- "....melhor seria se o Estado do Rio Grande do Sul não fizesse parte do Brasil. Poderia ser do Uruguai, por exemplo....."

- "....O Rio Grande do Sul é uma maravilha. Se dependesse desse estado todos os problemas do país estariam resolvidos....Eles [magistrados] fazem do jeito que acham. Ah...se não fosse a Revolução Farroupilha... Se fizéssemos oposição a ela teríamos nos livrado do Rio Grande do Sul. Assim, o estado estaria hoje ao lado do Uruguai...."

Estas trágicas manifestações, que se coadunam mais aos que frequentam o bar da Gina, na Praça da Bandeira, do que a um magistrado investido de suas funções, já tiveram suas reações. O diretor de Comunicação Social da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Túlio de Oliveira Martins, classificou as declarações do desembargador Paulo Octávio Baptista Pereira, como "reacionárias e pouco inteligentes", segundo o jornal Correio do Povo. Declara ainda a Ajuris: " É lamentável ver um juiz com visão superficial, reacionária e pouco inteligente ", disse Túlio Martins. " Todo juiz, quando assume a função, jura defender a Constituição. Se não acredita na Carta Magna, tem que pedir exoneração ", garantiu o magistrado gaúcho, referindo-se à declaração de Baptista Pereira, que afirmou nem sempre ser possível colocar em prática o que a Constituição determina.

A seccional gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil também se manifestou, considerando "despropositadas" as ideias separatistas de Baptista Pereira: " Suas afirmações vão na contramão da postura que se espera e se exige de um magistrado que ocupa aquele cargo. Pecam pela falta de equilíbrio e ponderação ", criticou o presidente da OAB-RS Claudio Lamachia.

Vale lembrar ainda, meus amigos, que foi este mesmo Dr. Baptista Pereira que relatou os processos de cassação de Miguel Haddad no TRE-SP e que entendeu que o prefeito interino não cometeu crime algum; a campanha do tucano em 2008, segundo o magistrado, foi absolutamente legal e por isso foi absolvido. Ainda sobre o nobre desembargador, ele foi eleito presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região mas não assumiu o cargo por força de uma liminar dada pelo Supremo Tribunal Federal. A votação foi contestada pela desembargadora Suzana Camargo, atual vice-presidente da corte e corregedora eleita do tribunal.

7 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Priscila disse...

BEM AQUI SEMPRE DIGO ISSO ATÉ PARA OS QUE FAZEM CRITICAS ANONIMAMENTE POIS QUEM TERA QUE RESPONDER SERA O CESAR.

QUANDO PARTE DO CESAR TAIS COMENTÁRIOS É OBVIO QUE O FAZ COM A CERTEZA DE ESTAR EMBASADO EM PROVAS.
POR ESSES E OUTROS MOTIVOS QUE HOJE ME ACAUTELO NO QUE FALO POIS A LEI É DO MAIS FORTE.

CESAR ABRAÇOS.

Anônimo disse...

Como costumava dizer um conhecido apresentador de jornais na tv: isto é uma vergonha!

Tio disse...

Então é quando eu digo que a ditadura não acabou, tem gente que duvida.

Anônimo disse...

SEM COMENTÁRIOS. O QUE FALAR DE UMA SITUAÇÃO COMO ESSA. LAMENTÁVEL.

IRMÃO DO KALANGO DOIDO disse...

César só pode ser piada! Tá no UOL que o PPS lançou a Soninha como candidata ao Governo? Isso só pode ser brincadeira! Tanta gente competente e querem a Soninha, isso não é um partido sério!

Anônimo disse...

Caro Cesar

Segundo consta, o aloprado Itamar Franco assinou a ficha de filiação ao PPS e já declarou apoio ao conterrâneo Aécio e meteu o pau no Lula.
O que vocês vão fazer com ele? Já reservaram vaga em algum hospício?