quarta-feira, 18 de março de 2009

RELEMBRANDO A TEORIA DA CONSPIRAÇÃO ! ! !

( Post do dia 04 de Janeiro de 2009 )

Nesta semana que passou o Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, Dep. Est. José Carlos Vaz de Lima (PSDB), chamou os suplentes de deputado para ocuparem as vagas deixadas pelos parlamentares que se elegeram nas eleições municipais de 2008. A atitude do presidente do parlamento paulista teria despertado na cidade a suspeita de uma situação conspiratória digna dos melhores filmes de Hollywood. Vamos à Teoria da Conspiração: Todos sabem que Pedro Bigardi, assumindo uma cadeira como deputado estadual, seria um sério incômodo ao reinado dos coronéis tucanos da cidade. Assim, as lideranças situacionistas de Jundiaí teriam influenciado o presidente da Assembléia, também tucano, a não chamar Bigardi, dando sua vaga ao petista Carlos Neder, que está logo atrás do jundiaiense, sob a alegação de infidelidade partidária. O presidente Vaz de Lima teria atendido ao pedido de seus companheiros tucanos da cidade. Por sua vez, a bancada do PT, na Assembléia, teria participado deste acordo por que ganharia uma cadeira a mais naquele parlamento e em troca ofereceria alguns apoios à base do governador. O resultado de toda esta teórica negociação é o seguinte: Ganhadores - PT e PSDB. Perdedores - Pedro Bigardi, que ainda pode vir a ser prefeito de Jundiaí e todas as cidades da região que continuam sem deputado nenhum. Diante destas colocações deixamos uma pergunta aos queridos blogueiros: Tudo isso não passaria de uma mera teoria conspiratória ou será que poderia ser a mais pura verdade ?

5 comentários:

Anônimo disse...

MATOU A PAU.

Anônimo disse...

A VERDADE É QUE OS FATOS COMPROVAM A REALIDADE DA GRANDE SACANAGEM QUE É ESSA POLÍTICA PRATICADA PELO PSDB A QUAL INFELIZMENTE O PT TEM ACEITADO E FEITO INÚMEROS ACORDOS. COMO DIZ O DITADO "TUDO FARINHA DO MESMO SACO"

COMUNISta do PCDOB disse...

17 DE MARÇO DE 2009 - 13h54

Eleição da mesa da Assembléia Legislativa une PT e PSDB


Com o apoio do PT, PSDB elege presidente da Alesp. Acordo revela semelhanças entre tucanos e petistas e vontade de monopolizarem a vida política do estado


O ex-líder do governo José Serra, o deputado Barros Munhoz, foi eleito presidente da Assembléia Legislativa para o biênio 2009/2010 com 92 dos 94 votos. Essa vitória demonstra a força do governador naquele parlamento, mas revela também aspectos inusitados da política paulista.


No que pese as diferenças de concepções e objetivos existentes entre PT e PSDB, algo parece unificá-los: o desejo de manter a disputa estritamente ente essas duas legendas, configurando um bipartidarismo e uma polarização negociada que empobrece a vida política do estado.


O acordo feito pelo PT na Alesp sob a justificativa de respeito à proporcionalidade esconde na verdade uma relação para muito além de cordial entre tucanos e petistas, que deve soar estranho para seus militantes e para o grande público.


Que barganhas e negociações foram feitas para eles comemorarem juntos a eleição não poderemos saber ao certo. A verdade é que com isso, a já fraca ação de oposição parlamentar ao governo Serra sucumbiu por completo por parte do PT.


Se não é possível saber todos os aspectos que envolveram este acordo, um ao menos ficou nítido: a ação conjunta de tucanos e petistas para cassarem o mandato legítimo do deputado Pedro Bigardi. A ação do então presidente da Alesp Vaz de Lima, em acordo com o PT, sem nenhuma avaliação do judiciário, decidiu por tirar o mandato de Pedro Bigardi por alegação de infidelidade partidária. Medida que está sendo questionada no âmbito da justiça.


O que tem de simbólico na eleição da mesa da Alesp, portanto, é como a relação entre estas duas forças que se colocam de público como tão diferentes, tem no fundo características tão idênticas: o interesse pragmático acima de qualquer coisa, inclusive da legalidade e legitimidade.



Rovilson Robbi Britto de São Paulo

************
fonte:
http://www.vermelho.org.br/base.asp?texto=52557

PRISCILA disse...

BEM ESSA SEMANA RECEBI UMA INTIMAÇÃO DO QUERIDO MAGISTRADO DA VARA DA INFÂNCIA SOLICITANDO QUE EU FOSSE LEVAR LAUDOS DE MEU FILHO PARA PERICIA E ASSIM ELES PODEREM ME AUXILIAR NO TRATAMENTO PSICOLÓGICO DE MEU FILHO.QUERO QUE ELE SE ESPLODA POIS ELE QUE ENFIE NO SACO ESSA AJUDA A QUAL NUNCA PRECISEI,SEMPRE FUI MULHER DE CRIAR MEUS FILHOS.É QUE VEIO UMA CARTA DO ASSESSOR DO MINISTRO PAULO VANUCCI SOLICITANDO QUE ME DESSEM AUXILIO NO CASO DE MEU FILHO E O CONDECA NA FIGURA de dona DULCE AGORA ESTA CORRENDO ATRAS PORQUE PERCEBEU AS CANALHICES.TUDO PORQUE PROVEI QUE MEU FILHO FOI ALFABETIZADO EM CASA SEM AJUDA DE PSICOLOCO.NÃO DESMEREÇO MAS CONHEÇO UM MONTE QUE NÃO DÁ CONTA NEM DOS FILHOS DELES.TANTO É QUE UM PARCEIRO DO MEU MARIDO TEM UM FILHO DE 17 ANOS QUE BATE NELE E FAZ TRATAMENTO COM OUTRA PSICÓLOGA E NÃO COM A MÃE.QUE TRABALHA COM PNEs.

RESPOSTA DE MEU CASO PARA SERVIR DE EXEMPLO COMO FUNCIONA NOSSA JUSTIÇA QUANDO HÁ INTERESSES OBSCUSOS.

Malukinha disse...

Cesar... voce não vai postar nada sobre o Protógenes?

http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blog/list?tag=eua

ele esta sendo chamado de o Homem Bomba já...rsrsrs