quarta-feira, 4 de março de 2009

A ELEIÇÃO DE 2008 NÃO TERMINOU ! ! ! ( I )

No dia 21 de setembro de 2008 o então presidente da DAE S/A Eduardo dos Santos Palhares deu uma entrevista na Rádio Difusora no programa Revista de Domingo, entrevista essa favorável ao candidato Miguel Haddad. Além de Eduardo Palhares falou no programa um agente público da prefeitura sobre a semana do idoso, o que havia sido proibido pela justiça eleitoral constituindo-se o fato em eventual conduta eleitoralmente investigável. Assim sendo, o juiz eleitoral, Dr. Marco Aurélio Stradiotto, solicitou à Rádio Difusora cópia do CD em 23 de setembro. Com esta cópia em mãos o juiz pediu abertura de inquérito policial, o que aconteceu em 15 de outubro. Neste inquérito foram ouvidos os âncoras do programa Ari Ribeiro, Denise de Oliveira e o entrevistado Eduardo Palhares. Além da oitiva, o juiz pediu a degravação do CD, ou seja, a transcrição do que estava gravado em mídia para o papel. O juiz determinou, ainda, um prazo de 10 dias para a degravação sendo que a data do protocolo na Polícia Civil foi de 7 de janeiro de 2009; a polícia cumpriu a determinação judicial em 6 de fevereiro de 2009, ou seja, 30 dias depois. Neste período os CDs foram e voltaram várias vezes à Polícia Científica devido ao não cumprimento do pedido do juiz eleitoral. Este inquérito, enfim, foi devolvido ao juiz no dia 27 de fevereiro sendo que apenas no dia 2 de março o meritíssimo pode oferecer sua conclusão. Graças a uma lentidão policial monumental este caso demorou 6 meses para ser apurado. Agora toda a documentação seguirá para o Ministério Público para que este ofereça, mais rapidamente é claro, a denúncia através do Promotor Eleitoral, Dr. Mauro Vaz de Lima. ( CONTINUA )

5 comentários:

Anônimo disse...

Este Dr. Mauro Vaz de Lima, seria aquele que participa das gracianhas como Picôco na TV Japi?

Tio disse...

Puxa vida, de novo Partido Verde, na jogada, que coisa feia!

E ai seu Paçoca, do Xota Xoxota, vai falar que não sabia?

Fala que que conhece o Palhares, também.

Paçocão desconhecido.

Bico de Lacre disse...

Não, o nome do pIcoco é outro.

BACO DE LITRE disse...

Complementando o nome do apresentador: Luiz Henrique Ferreira Bárbaro. E o registro (sim, ele é advogado) é nº 38.754, DESDE 13/11/1975.

priscila disse...

Caros amigos não disse a vocês que fiquei chocada com a postura de um promotor da vara da infância participar de um programa tão baixo cheio de palavras as quais se fossem ditas por mim estaria sem a guarda de meus filhos e no manicômio.Pois para mim parecem tresloucados.Sei que a vida pessoal do promotor ão me diz respeito,mas para quem quer se meter na minha e cobrar moral,que pelo menos tenha seus surto não em rede de teve.Mas acha que não tá guardadinho.Bem eu sei quem eu sou mas eles será que sabem quem são?