quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

UM FIM ÀS DITADURAS DE ONTEM E DE HOJE ! ! !

11 comentários:

Anônimo disse...

Ninguém aguenta mais.

Anônimo disse...

Mais um parecer contra Miguel...

Agora é o da GM.

É miguelito, a coisa tá feia!!!

Anônimo disse...

Ah!! Agora entendi porque Miguelin ainda está no poder...

"STF diz que réu pode recorrer em liberdade até condenação final"

Será isso?? Ele é réu, né?

Vejamos:

"Carlos Ayres Britto, ao concordar com a concessão do habeas corpus, afirmou que a prisão sem a condenação final causa abalo psíquico, desprestígio familiar e social e desqualificação profissional, danos tão graves quanto irreparáveis."

Ah tá!! Imagine Miguelin com "Abalo psíquico".


"Até uma criança é capaz de se rebelar contra uma decisão injusta. Sem juízo definitivo de culpa, uma decisão é tudo, menos legal e justa", disse o vice-presidente do Supremo.

Ô gente!! Coitado de Miguelin... Imagine ele se rebelando...

Bem, vêmo esperá , né!?

Aí Miguelin, chora não!!!

Extaraído de:
http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/61818.shtml

Anônimo disse...

Ditaduras.

Quais são os tipos de ditaduras?

Todo o tipo de pressão, coersão, violência contra a liberdade do indivíduo é uma forma de ditadura.

Dia destes, em uma reunião em Jundiaí, um participante usou o termo "DEMONIOCRACIA".

Pelo que entendi a "DEMONIOCRACIA" é mais um tipo de ditadura, pois é o estado do capeta, portanto com todo tipo de artimanha para iludir os incautos e vassalar os espertos, os imorais e anti-éticos.

Neste blog lemos constantemente as ações ditatorais dos espertos que de maneira antidemocrática se mantém no poder, e nos três poderes.

Pelo que temos assistido temos três
poderes em nossa cidade:
Poder da CORRUPÇÃO ATIVA
Poder da CORRUPÇÃO PASSIVA
Poder do BENIFICIÁRIO DOS ATOS DOS CORRUPTOS.

Portanto, a Dita está Dura em Jundiaí e a Democracia Relativa está implantada, vamos então cantar:
Ó terra querida Jundiaí, os corruptos agem aqui...

Anônimo disse...

4 processos são passíveis de cassação, pois as provas são consistentes. Dois já com parecer do Procurador Eleitoral requerendo a cassação. O da pesquisa com pagamento de 50 reais aos que votariam no Miguel e agora o do uso da Guarda Municipal. Os outros dois são o do JJ divulgando pesquisa em que o Miguel já estava eleito no primeiro turno e o da reunião dos vigilantes. Todos serão votados no TRE possivelmente até abril. Depois será a maratona de tentar efeito suspensivo junto ao TSE. Lá também está andando muito rápido. Pelo andar da carruagem, nova eleição em junho ou julho em Jundiaí. Por isso a falta de sono de alguns! Com isso, possivelmente o Ary não será candidato, pois não vai trocar a vaga certa de deputado estadual pela incerta de prefeito e o PSDB não terá candidato à altura. Pedro Bigardi eleito em primeiro turno com grande votação e aliança com o PT e forças livres da cidade. Gravem esse escrito!

Anônimo disse...

A DITADURA NO BRASIL JÁ ACABOU COMO PODEMOS RELEMBRAR NESTE VÍDEO. É SEMPRE IMPORTANTE LEMBRAR QUE MUITOS DERAM A VIDA PARA QUE ISSO FOSSE POSSÍVEL E NÃO VAI SER AGORA QUE ALGUNS FILHOTES DA DITADURA DONOS DE PEQUENOS IMPÉRIOS VÃO CONSEGUIR IMPOR A SUA VONTADE E O SEU PENSAMENTO ULTRAPASSADO. VIVEMOS EM UMA DEMOCRACIA E ELA PERMITE QUE VOCE SE EXPRESSE,FAÇA CRITICAS E SEJA CRITICADO. TAMBÉM SEJA COBRADO PELOS SEUS ATOS, MAS DE FORMA JUSTA E NÃO A FORÇA DE BALA OU NA PONTA DE UMA BAIONETA. VIVA A DEMOCRACIA!

Anônimo disse...

ISSO PROCEDE CESAR?
Altamiro Borges: Roberto Freire vira aspone de Kassab
por Altamiro Borges, em O Vermelho

Até Ricardo Noblat, colunista do jornal O Globo, registrou o fato curioso no seu blog, replicando um artigo de José Dirceu intitulado Roberto Freire recebe jetons da prefeitura. Ele informa que o ''presidente nacional do PPS, que posa e gosta de se apresentar como paladino da moralidade no país, recebe jetons no valor de R$ 12 mil mensais da prefeitura de São Paulo pela participação em dois conselhos municipais - Empresa Municipal de Urbanização (Emurb) e SP-Turismo... O conselheiro assina atas de reuniões a que não comparece, com o agravante de que é integrante da turma do falso moralismo, da turma dos gigolôs da ética alheia''

A denúncia apareceu primeiro no Jornal da Tarde, no final de janeiro, num texto de Fábio Leite. Ele revelou que Roberto Freire é uma das 58 pessoas beneficiadas pela política de contratação de ''conselheiros'', implantada em 2005 na gestão do José Serra, atual governador e o presidenciável preferido das elites. Reeleito, o demo Gilberto Kassab, pau-mandado do tucano, manteve o jetom do chefão do PPS. O texto do JT afirma que esta ''bondade administrativa'' visa acolher aliados e engordar os salários dos secretários municipais. Apesar da gravidade da denúncia, que lembra o tal ''mensalão'', as emissoras de televisão e os jornalões não fizeram qualquer alarde, outra prova de que a mídia está totalmente engajada no retorno do bloco liberal-conservador ao poder.

formalidade da fusão PPS-PSDB

O ex-deputado federal e atual presidente do PPS tem sido muito paparicado por tucanos e demos. Desde o final dos anos 80, quando da desintegração do bloco soviético, ele acelerou sua guinada à direita, convertendo-se num apologista do capitalismo. Após implodir o antigo ''partidão'', ele virou líder do governo neoliberal de FHC e um expoente do projeto de privatização e desmonte do Estado. No governo Lula, tornou-se um raivoso opositor, posando de vestal da ética. Chegou a defender o impeachment do presidente, acusando-o de estar metido no escândalo do mensalão - logo ele que, ironicamente, recebe jetons da prefeitura paulistana e reside em Pernambuco.

Essa conversão direitista desidratou o PPS, partido que Roberto Freire comanda como um velho coronel. Nas eleições de 2008, este agrupamento híbrido sofreu as maiores baixas, perdendo 188 prefeituras e milhares de vereadores.

Diante do baque, Freire passou a defender a extinção do PPS e o seu ingresso no PSDB, vestindo de vez a roupagem tucana. Em novembro passado, José Serra fez o convite formal para a adesão, num jantar em Brasília oferecido à cúpula ''socialista''. Ficou acertado que os dois partidos deverão se fundir até o final do primeiro semestre deste ano. ''O PPS conversa há muito tempo com o PSDB. Precisamos montar um agrupamento político forte para a era pós-Lula'', relatou, na ocasião, o deputado Nelson Proença, seguidor de Freire.

Escândalo e indignação nas bases

Segundo Pedro Venceslau, num artigo para revista Fórum intitulado ''tucanos de bico vermelho'', a fusão não terá maior impacto no mundo político. ''Na prática, não passa de mera formalidade. Desde a eleição de Lula, os dois partidos mantêm relação para lá de carnal. Indignam-se juntos e assinam notas, manifestos e repúdios, em geral ao lado do DEM, sempre que surge um gancho contra o governo federal''. Mas, com base nas sondagens do jornalista, a fusão deverá produzir abalos no interior do PPS. Setores que ainda se identificam com a esquerda estão muito inquietos com a perda total de autonomia da legenda que ainda conserva o ''socialismo'' no nome.

A ex-candidata à prefeita do partido, Sonia Francine, já havia sido cooptada por Gilberto Kassab para a subprefeitura da Cidade Tiradentes. Agora, é o próprio Roberto Freire que vira aspone do prefeito demo.
Se a mídia fosse isenta, o escândalo seria devastador. Afinal, os 58 ''conselheiros'' causam um rombo de R$ 4,17 milhões aos cofres públicos. Os jetons elevam, de forma ilegal, os salários de 15 secretários municipais e bancam aliados políticos que nem sequer moram em São Paulo. Diante destas maracutaias, será difícil manter o falso discurso da ética. Os militantes mais sadios do PPS devem, realmente, ficar indignados. Do contrário, jogarão o seu passado no lixo.
http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/altamiro-borges-roberto-freire-vira-aspone-de-kassab/

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
PRISCILA disse...

tinha que colocar o resultado obtido com minha vias crucis.Entrem no xota xota a matéria da denuncia da merenda escolar de Itupeva.Depois vejam a escola que a enchente deteriorou.É BEM AQUELA QUE MEU FILHO FORA AGREDIDO.E o prefeito que minha mãe defende por causa do cargo da minha irmãzinha. está na mira das autoridas.Bem para quem tem fé tudo é possível,tanta area para ser denunciado logo foi cair na educação.E hoje vi o caso do meu amigo EX COMANDANTE DA GUARDA,MESMO QUE NÃO DE EM NADA PELO MENOS VALE A EXPOSIÇÃO VERGONHOSA PARA QUEM DEVERIA DAR EXEMPLO.GANHEI MEU DIA E VOU CONTINUAR HUMILDEMENTE CARREGANDO MINHA CRUZ,PODEM RIR,ZOMBAR.

Anônimo disse...

MISSSTÉEEEEERIO!!!!!!!

Bico de Lacre disse...

Lendo com atenção o artigo "ISSO PROCEDE CÉSAR?" realmente há a necessidade de se perguntar: até onde a verdade está contida nessa notícia?